Agroindústria de Polpa de Frutas, Agricultores e Agricultoras Familiares

certificada 2011

Instituição
Núcleo de Produtores Cooperados da Comunidade Cajueiro
Endereço
Sitio cajueiro, zona rural, s/n. - Serra do Cajueiro - Florânia/RN
E-mail
nucleoprodutorescajueiro@yahoo.com.br
Telefone
(84) 9602-3237
Responsáveis pela tecnologia
NomeTelefoneE-mailRedes Sociais
Carlos de Medeiros Costa(84) 3435-2292carlosflorania@yahoo.com.br
Resumo da Tecnologia

Aproveitamento e valorização da fruticultura através da fabricação de polpa de frutas naturais. Produção em sequeiro, localizado na serra do Cajueiro, município de Florânia – RN.*{ods2},{ods3},{ods4},{ods8}*

Tema Principal

Alimentação

Tema Secundário

Renda

Problema Solucionado

Aproveitamento e valorização da fruticultura através da fabricação e comercialização via agroindústria de polpa de frutas naturais, agregando valor ao produto, gerando renda e realizando melhor aproveitamento da safra. Redução da perda da safra por maturação avançada, os frutos são colhidos e processados de acordo com a produção.

Objetivo Geral

Fortalecer a agricultura familiar, incentivando a produção da comunidade, garantindo a comercialização desses alimentos e melhorando a vida dos agricultores através da geração de renda e do desenvolvimento da economia local.

Objetivo Específico

Organizar uma agroindústria de polpa de frutas (acerola, goiaba, graviola, manga, caju, cajá e maracujá) a ser beneficiada na estrutura já existente da associação, onde os sócios e produtores da matéria-prima são agricultores familiares com menos de quatro módulos fiscais.

Solução Adotada

A comercialização é feita de três formas: através do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), executado pela CONAB (Companhia Nacional de Abastecimento), pela compra direta da agricultura familiar, executada pelo EMATER (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Rio Grande do Norte), e pelo PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar).

Resultado Alcançado

Fortalecimento da agricultura familiar através da garantia de mercado consumidor para a produção, gerando renda, de forma direta, para 90 famílias e, de forma indireta, para outras 270 pessoas.

Locais onde a Tecnologia Social já foi implementada
Cidade/UFBairroData da implementação
Florânia / Rio Grande do NorteSítio Cajueiro - Serra do Cajueiro09/2009
Público-alvo da tecnologia
Público alvo
Agricultores Familiares
Quantidade: 90
Profissionais necessários para implementação da tecnologia
ProfissionalQuantidade
Técnico Agrícola1
Recursos materiais necessários para implementação da tecnologia

- Uma câmara fria de congelamento rápido (-40ºC); - Uma câmara fria de armazenagem (-18Cº); - Uma despolpadora que processe 700 quilos por hora; - Um envasador semiautomático; - Embalagens para o envasamento polpa.

Valor estimado para a implementação da tecnologia

R$ 100.000,00 (cem mil reais).

Instituições parceiras na tecnologia
Instituição parceiraAtuação na tecnologia social
Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural - EMATER-RNEmissão de DAPs e compra dos produtos através do Programa Compra Direta da Agricultura familiar
SEBRAE - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas EmpresasApoio Empresarial e Cursos de Capacitação
SENAR - Serviço Nacional de Aprendizagem RuralCursos
CONAB- Companhia Nacional de AbastecimentoCompra dos produtos através do PAA (Programa de Aquisição de Alimentos) e doação simultânea.
Prefeitura Municipal de Santana dos MatosCompra, através do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar), estabelecido pela lei nº. 11.947, que garante que parte da merenda escolar será oriunda de produtores da agricultura familiar
Fundação Banco do Brasil - Agência de Florânia-RNAtravés da agência do Banco do Brasil de Florânia está sendo organizado o desenvolvimento regional sustentável da cajucultura para apoiar a cadeia produtiva do caju.
EMPARN - Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do NortePesquisa sobre os cultivares de caju que melhor se adaptam à região
Impacto Ambiental

A agroindústria não causa nenhum impacto ambiental negativo. Pelo contrário, parte do resíduo da polpa, que antes seria descartado, é aproveitado na fabricação de doces e na alimentação de animais.

Forma de Acompanhamento

Antes, os produtores vendiam uma caixa de caju de 20 quilos por, no máximo, R$ 5,00. Agora, com a agroindústria transformando essa mesma caixa em polpa ao preço de R$ 4,50, os produtores têm um retorno de R$ 90,00.

Forma de Transferência

Através de intercâmbio em loco.

Anexos da tecnologia
LegendaArquivo/Download
Frente da agroindústria de polpa de frutaBaixar
Freezer para a acomodação da polpaBaixar
Freezer para acomodação da polpaBaixar
Área de recepção das frutasBaixar
Área de recepção das frutasBaixar
Tanque de pré-lavagem dos frutos e janela de passagem - ao lado porta de entrada da sala de seleção e lavagemBaixar
Pia de lavagem das mãos dentro da sala de lavagem dos frutosBaixar
Forro em PVC e luminário com protetores das lâmpadas - sala 01Baixar
Janela de saída dos resíduos da sala de seleção e lavagemBaixar
Tanques de lavagem (lado esquerdo), de enxague (lado direito) e baldes de inox para o transporte da polpa durante o processamentoBaixar
Mesa de seleção e corte dos frutosBaixar
Sala de processamento da polpaBaixar
Sala de envaseBaixar
Sala de embalagensBaixar
Entrada da sala de processamento e sala de envaseBaixar
Depoimento Livre

A agroindústria de polpa encontra-se em funcionamento e está registrada, sendo necessária apenas uma ampliação na parte de máquinas e equipamentos.