As Terapias Integrativas no Acompanhamento à Mulher no Hospital Sofia Feldman

certificada 2009

Instituição
Fundação de Assistência Integral à Saúde
Endereço
Rua Antônio Bandeira, 1.060 - Tupi - Belo Horizonte/MG
E-mail
hiltonsoliveira@yahoo.com.br
Telefone
(31) 3408-2215
Responsáveis pela tecnologia
NomeTelefoneE-mailRedes Sociais
Lilia Coelho Lopes(31) 9633-1691liliaparteiraraizeira@yahoo.com.br
Resumo da Tecnologia

A tecnologia tem como princípio oferecer uma assistência integral à mulher e ao recém-nascido; dessa forma, faz-se necessário que a instituição construa estratégias que possam atender às necessidades de saúde de seus usuários considerando os aspectos biopsicossociais.*{ods3}*

Tema Principal

Saúde

Problema Solucionado

A missão do Hospital tem como princípio oferecer uma assistência integral à mulher e ao recém-nascido, dessa forma, faz-se necessário que a instituição construa estratégias que possam atender às necessidades de saúde de seus usuários considerando os aspectos biopsicossociais. A condição de ser uma gestante de risco ou ter um recém-nascido internado na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) é vivenciada pelas mulheres como uma situação de intenso sofrimento, com sentimentos como medo e incerteza. As gestantes de risco convivem com o receio de não conseguir levar a gravidez adiante e temem pela vida do filho e pela própria vida. Aquelas que tiveram seus filhos internados na UTIN convivem com o estresse de permanecerem em um ambiente desconhecido, preocupam-se com a fragilidade do recém-nascido, sentem-se divididas entre cuidar do filho internado, dos outros filhos, atender as demandas da família e as suas próprias demandas. Frente a essa situação, buscou-se criar estratégias que pudessem acolher e apoiar essas mulheres durante sua permanência na instituição.

Objetivo Geral

Implementar e incentivar pesquisas na área.

Objetivo Específico

Contribuir para o resgate do parto natural e fisiológico, na perspectiva da assistência integral à mulher, recém-nascido e família; Proporcionar aos usuários do Hospital Sofia Feldman (mulher, recém-nascido e familiares) e aos trabalhadores da instituição o acesso às Terapias Complementares; Proporcionar oportunidades de aprendizado aos profissionais da área de saúde, interessados nas Terapias Complementares, por meio de vivências e cursos;

Solução Adotada

No HSF há o reconhecimento da importância da integralidade e humanização da assistência ao recém-nascido, considerando a família como parte da unidade cuidadora. Foram criadas estratégias que facilitam a permanência da mãe junto ao bebê assim como o acompanhamento da mãe/família durante a internação do recém-nascido. O acompanhamento da gestante de risco e das mães/famílias de recém-nascidos internados nas unidades neonatais é realizado por uma equipe multiprofissional, por meio de ações que visam possibilitar a vivência da gestação de risco de maneira mais segura e tranquila, favorecer a construção do vínculo mãe-filho em situação de prematuridade e contribuir na orientação sobre os cuidados com o bebê. A proposição e implementação dessas práticas cuidadoras têm refletido a decisão institucional e o compromisso dos profissionais com a busca de uma assistência orientada pelas necessidades dos usuários, levando-os a repensar suas práticas, incorporando outras tecnologias no cuidado à mulher, ao recém-nascido e à família. Foi criado o Núcleo de Terapias Integrativas e Complementares (NTIC), que utiliza recursos naturais e terapêuticos para prevenir agravos, recuperar e promover a saúde de usuários e trabalhadores do Hospital Sofia Feldman. Iniciou suas atividades de forma assistemática em meados de 2005, quando contava com apenas uma terapeuta qualificada para o manejo de terapias como: homeopatia, fitoterapia, florais, escalda pés e massagem plantar. Em outubro de 2006 foi criado o NTIC, com proposta sistematizada de assistência, contando com a atuação de três terapeutas. As práticas integrativas e complementares são definidas pela Portaria de nº 971, de 3 de maio de 2006 do Ministério da Saúde / Gabinete do Ministro, que aprova a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) no Sistema Único de Saúde (Brasil, 2006a) e pelo decreto nº 5813 de 22 de junho de 2006 que aprova a Política Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos (BRASIL, 2006b), sendo monitoradas pelo sistema nacional de vigilância sanitária. Com esta política, busca-se atender à demanda da sociedade brasileira, ampliando os serviços oferecidos pelo SUS e contribuindo para a consolidação de políticas de assistência à saúde de forma mais ampla e segura. No HSF, o NTIC atende parturientes utilizando escalda pés e massagem plantar, auriculoterapia, acupuntura, homeopatia, aromoterapia, musicoterapia, método Rességuier e massagem, com o objetivo de favorecer a humanização do parto e nascimento, através de qualificação da vivência do trabalho de parto, relaxamento e alívio da dor. Para o acompanhamento das mães que têm filhos internados nas unidades neonatais, o Núcleo oferece escalda pés e massagem plantar, Qi gong medicinal, auriculoterapia, acupuntura, método Rességuier, musicoterapia e aromoterapia, com objetivo de oferecer uma assistência de qualidade à mulher/mãe, melhorando sua permanência durante a internação do recém-nascido, promovendo o relaxamento, diminuição da ansiedade e de dores no pós-parto, o que favorece o contato, vínculo e cuidado com seu filho. Além disso, são realizadas rodas de conversa com o objetivo de resgatar a cultura popular sobre chás e ervas medicinais. É realizado ainda o acompanhamento aos recém-nascidos internados na unidade Neonatal, com utilização de práticas como a homeopatia, florais, auriculoterapia, shantala e o método Rességuier. O atendimento ao recém-nascido e à mãe, nesta Unidade, é feito após solicitação de membros da equipe multiprofissional da assistência. Além das atividades direcionadas aos usuários, os recursos terapêuticos do Núcleo são disponibilizados para os trabalhadores. Neste sentido, reafirma-se a necessidade de “cuidar de quem cuida”, um dos passos da humanização da assistência aos trabalhadores. Estes, através do acolhimento feito pelo Núcleo, também se beneficiam da auriculoterapia, escalda pés e massagem plantar, homeopatia, fitoterapia, florais, iridologia e método Rességuier.

Resultado Alcançado

Foram atendidas 6.397 pessoas nos projetos Acupuntura, Aurículo acupuntura, Qi Gong, Memórias sensório perceptivas das plantas medicinais, Escalda pés e massagem plantar, Gestantes, Canguru, dentre outros.

Locais onde a Tecnologia Social já foi implementada
Cidade/UFBairroData da implementação
Belo Horizonte / Minas GeraisBairro Tupi11/2006
Público-alvo da tecnologia
Público alvo
Mulheres
Quantidade: 6.397
Profissionais necessários para implementação da tecnologia
ProfissionalQuantidade
Acupunturista1
Terapeutas2
Enfermeiro obstetra1
Recursos materiais necessários para implementação da tecnologia

- Uma sala de 5 m² com uma pia - 5 cadeiras confortáveis na área de atendimento - 1 rádio de boa qualidade - 4 banquinhos confortáveis para o terapeuta - 10 bacias de plástico - 1 balde grande de inox - 1 ebulidor grande - 50 kg de sal grosso - 1 litro de óleo de lavanda - 1 litro de óleo de rosa e 1 litro de óleo de alecrim - 3 kg de creme hidratante para pele com lavanda - 50 toalhas de banho pequenas - 1 difusor de aromoterapia elétrico de porte médio - 4 macas - 6 biombos - 1 escrivaninha - 5 cadeiras - 1 mesinha de ferro para colocar: recipiente com algodão, luvas de procedimentos; material de auriculo; material para moxa e equipamentos de de acupuntura - 2 recipientes para lixo (um para material contaminado e outro seria aquele box de papel que a vigilância exige) - 1 rolo de lençol descartável para ser usado um por paciente

Valor estimado para a implementação da tecnologia

1 acupunturista 30H semanais R$ 2.300,00 2 terapeutas (auriculoterapia e reflexologia) 30H semanais R$ 700,00 1 enfermeiro obstetra com formação em fitoterapia, homeopatia, florais, iridologia, método rességuier e acupuntura 30H semanais R$ 3.000,00

Instituições parceiras na tecnologia
Instituição parceiraAtuação na tecnologia social
Assoc de Amigos e Usuários do Hosp Sofia Feldman (ACAU/HSF)Implementação e desenvolvimento
Impacto Ambiental

n/a

Forma de Acompanhamento

A avaliação dos trabalhos desenvolvidos é realizada por meio de relatórios quantitativos e qualitativos nos quais constam o número de pessoas atendidas, tipo de terapias oferecidas e o depoimento das pessoas atendidas pelo NTIC.

Forma de Transferência

As terapias integrativas e complementares mostram-se uma tecnologia simples e de baixo custo que pode ser implementada em outros espaços da comunidade. Uma estratégia permanente de transferência das terapias integrativas e complementares aplicadas pelo Núcleo se faz pela qualificação teórica e prática dos residentes do Curso de Especialização em Enfermagem Obstétrica da Univ Fed de Minas Gerais e alunos do Curso de Especialização Multiprofissional em Neonatologia. Além da participação nas atividades do NTIC, são oferecido aos alunos e residentes interessados, oficinas de xarope, sais e cremes e alimentação saudável.

Endereços eletrônicos associados à tecnologia