Capacitação para o Trabalho e Formação Cidadã

certificada 2011

Instituição
Centro Ecumênico de Publicações e Estudos Frei Tito de Alencar Lima
Endereço
Praça da Sé, nº 158 – 7º andar – sala 701 - Centro - São Paulo/SP
E-mail
frei.tito@uol.com.br
Telefone
(11) 3101-0083
Responsáveis pela tecnologia
NomeTelefoneE-mailRedes Sociais
Roseli de Fátima Barbosa Magalhães(11) 5672-7733rosemagalhaes@globo.com
Resumo da Tecnologia

O projeto tem como finalidade contribuir para a garantia do direito ao trabalho e renda, proporcionando a formação de uma consciência cidadã e o desenvolvimento do protagonismo juvenil. Atua através do Curso de Capacitação Profissional e Formação Cidadã.*{ods8}*

Tema Principal

Renda

Problema Solucionado

O distrito de Pedreira pertence à subprefeitura da cidade Ademar, localizada no extremo sul da cidade de São Paulo, região sul dois. É a segunda região mais populosa do município, estando distante do centro de São Paulo e localizado na divisa com o município de Diadema. No Censo 2000 esta localidade contava com 370.797 habitantes, sendo que seu Índice Paulista de Vulnerabilidade Social (IPVS) apontava que 84.869 pessoas viviam em situação de vulnerabilidade alta ou muito alta nos setores censitários cinco e seis, “aqueles que possuem as piores condições na dimensão socioeconômica”. Nesta Região a urbanização é desordenada e áreas frágeis são ocupadas, expondo a população a vários tipos de riscos. Ao mesmo tempo, há pouca oferta de serviços públicos, desde os de infraestrutura (como iluminação e saneamento) até os da rede básica de serviços (como educação e saúde). As favelas e as ocupações irregulares se multiplicam, causando também impactos na degradação do meio ambiente. É nesta região, junto à Favela Nova Pantanal, que a Escola Esperança “Frei Giorgio Callegari” está localizada, realizando, desde 2008, os Cursos de Capacitação para o Trabalho e Formação Cidadã.

Objetivo Geral

Ampliar o acesso dos jovens às oportunidades de trabalho e geração de renda.

Objetivo Específico

- Oferecer atividades que contribuam com a formação cidadã; - Preparar os jovens para desempenharem novos papéis na sociedade; - Promover cursos de capacitação nas áreas de: práticas administrativas, informática, montagem e configuração de micros, manicure e pedicure; - Fortalecer as relações pessoais, familiares e sociais; - Possibilitar o acesso dos jovens e respectivas famílias às redes de serviços pública e privada; - Promover reuniões, encontros e palestras com as famílias; - Oferecer oficinas para geração de renda às famílias; - Contribuir para a redução das situações de risco e exclusão social dos jovens; - Oferecer ações complementares à escola, incentivando a leitura, elaboração e interpretação de textos, proporcionando crescimento do potencial intelectual e valorização cultural dos jovens; - Contribuir na escolha e formação profissional do jovem, visando sua autonomia socioeconômica.

Solução Adotada

O projeto acolhe o jovem e propicia um ambiente de convivência favorável à troca de experiências, ao diálogo, ao respeito e à construção de conhecimentos, preparando-o para o mundo do trabalho. É um ambiente em que os participantes se reconhecem como cidadãos possuidores de direitos, que podem e devem contribuir para uma melhor organização de sua vida e de seu entorno. O primeiro passo desta ação é a realização de uma entrevista com o jovem e seu responsável, seguida do preenchimento da ficha de inscrição. Esta entrevista é o primeiro passo para o estabelecimento de um vinculo com as famílias, tornando o projeto uma referência e ponto de apoio às famílias no acompanhamento dos jovens, bem como em sua orientação e encaminhamento à rede de serviços. Os pais ou responsáveis são convidados para a primeira reunião, momento em que são apresentadas as ações desenvolvidas, os objetivos e as intenções do projeto em relação aos jovens atendidos e a contrapartida esperada das famílias e comunidade quanto à participação nas atividades e acompanhamento de seus filhos. A equipe se coloca à disposição dos pais e responsáveis para realização de um trabalho conjunto, permitindo o fortalecimento do núcleo familiar, a restauração dos vínculos entre seus membros e sua inserção na rede socioassistencial. Entende-se que este envolvimento da família e comunidade no projeto permite que os jovens atendidos por esta ação reconheçam esta TS como um espaço de identidade e pertencimento. Durante esta primeira reunião é feito um cronograma para as reuniões seguintes, contanto, se possível, com a descrição dos temas a serem trabalhados nas próximas atividades, a partir das sugestões apresentadas. Desta forma o CEPE, em parceria com a organização Crê-Ser, tem realizado cursos destinados aos pais com o intuito de melhorar a geração de renda. Estas atividades são realizadas em horários diversos, decorrência de demanda apresentada pelos próprios pais. Pretende-se, ainda, estimular a participação dos adolescentes, jovens e suas famílias na vida da comunidade, permitindo o desenvolvimento de conhecimentos sobre sua realidade e das competências necessárias para transformá-la. Para o desenvolvimento dos conteúdos propostos no projeto (desde a realização de cursos de capacitação e oficinas de geração de renda até as demais ações sociais para os jovens e suas famílias) as estratégias pedagógicas são inúmeras: aulas teóricas e práticas (prática administrativas, de informática, montagem e configuração de microcomputadores e para a cidadania), dinâmicas de grupo, rodas de conversa, atividades de leitura e escrita, atividades lúdicas, recreação e lazer, jogos pedagógicos, filmes, peças teatrais, visitas, passeios, gincanas, murais informativos e decorativos, apresentações, exposições, palestras, seminários, participações em eventos, atividades de cuidados e organização do ambiente, etc. Pretende-se com estas atividades e ações contribuir no desenvolvimento da capacidade exploratória dos adolescentes, possibilitando outros canais de contato com o mundo do conhecimento, ampliando a aprendizagem em todos os sentidos. Também há o interesse em fazer com que estes jovens tenham consciência de que podem se tornar agentes de sua própria história e construtores da história comum, vivendo de forma coerente e motivada, enfrentando os desafios do mundo do trabalho.

Resultado Alcançado

Através da realização de Cursos de Capacitação para o Trabalho e Formação Cidadã atendemos, desde 2008, aproximadamente 360 jovens e adolescentes e 180 adultos. O resultado positivo do curso culminou com a efetivação de parcerias, as quais permitem o encaminhamento de jovens para o curso de Qualificação Profissional (junto ao Instituto Dom Bosco), ao programa Jovem Aprendiz (junto à Kalunga) e à Loja Ricca Baby para realização de treinamentos, possibilitando o acesso dos jovens ao emprego formal nas áreas do comércio e indústria. Os cursos oferecidos aos adultos em parceria com a ONG Crê-Ser também resultaram no encaminhamento de 80% destes ao mercado de trabalho. Nossa organização procura ter um olhar abrangente, não restrito a faixa etária de atendimento do projeto, procurando trabalhar a família e a comunidade. Temos espaços para atendimentos de acolhimento e escuta, para alunos e famílias. Na disciplina de cidadania trazemos temas do cotidiano e, de forma lúdica, tratamos sobre assuntos importantes para uma cultura de paz e resgate dos valores. São ensinamentos simples, como a autoestima e o respeito ao próximo e ao meio ambiente, mas que têm promovido o fortalecimento dos laços familiares e a valorização dos direitos humanos. Com isso, observamos uma mudança significativa na vida dos nossos alunos: elevação de sua autoestima, conhecimento de seus direitos, valorização dos estudos, melhora no desempenho escolar e ocupação do tempo ocioso no período do contraturno escolar, evitando o contato com as drogas e a marginalidade. Enfim, tanto alunos quanto familiares e membros da comunidade têm observado mudanças no comportamento dos jovens e adolescentes. Temos capacidade para contribuir ainda mais, dada nossa estrutura física bem conservada, arejada e ampla. Falta-nos, para isso, firmar mais parcerias e receber apoio financeiro, o que nos possibilitaria oferecer maior número de atendimentos à comunidade, ampliando o impacto positivo de nossa ação.

Locais onde a Tecnologia Social já foi implementada
Cidade/UFBairroData da implementação
São Paulo / São PauloJardim Santa Terezinha – Distrito Pedreira01/2008
Público-alvo da tecnologia
Público alvo
Adolescentes
Adulto
Crianças
Quantidade: 360
Profissionais necessários para implementação da tecnologia
ProfissionalQuantidade
Assistente Administrativo1
Assistente Social1
Educadores (Instrutor Práticas Administrativas/Informática e Montagem e Configuração de Micros/Formação Cidadã)3
Agente Operacional1
Palestrantes e Oficineiros (voluntários)2
Recursos materiais necessários para implementação da tecnologia

Recursos Humanos e Materiais: - Despesas com recursos humanos: R$ 51.643,92; - Despesas com encargos sociais: R$ 28.005,49; - Despesas com material didático, pedagógico e de escritório: R$2.875,04; - Despesas com alimentação, concessionárias, higiene e limpeza, manutenção e conservação e divulgação: R$24.010,92. Espaço Físico: - A aula de práticas administrativas utiliza sala própria, equipada com cadeiras universitárias e quadro branco; - A aula de informática, configuração e manutenção de microcomputadores utiliza sala própria, equipada com dez microcomputadores (recebidos em doação depois de muito tempo de uso); - A aula de cidadania utiliza sala própria, equipada com TV, vídeo, som e um flip chart; - Temos uma quadra poliesportiva para atividades ao ar livre e recreação, uma cozinha industrial e refeitório para servir o lanche.

Valor estimado para a implementação da tecnologia

Total de despesas com recursos humanos e materiais: R$106.535,37.

Instituições parceiras na tecnologia
Instituição parceiraAtuação na tecnologia social
Instituto Dom BoscoApoio diverso
Nuovi Spazi Al ServireApoio diverso
Arco AcutoApoio diverso
Fundos de Investimento Social UnibancoApoio diverso
Forma de Acompanhamento

Todas as atividades são documentadas através de fotos, filmagens e depoimentos de alunos e familiares. O material é utilizado para elaboração do Boletim Informativo, disponibilizado aos parceiros e mantenedores. O acompanhamento é realizado pelo coordenador com os profissionais envolvidos para controle da execução e verificação de desempenho. A avaliação se dá mediante reuniões, registros, entrevistas, relatórios, análise do desempenho, observação e testes práticos.

Forma de Transferência

Para o Curso de Capacitação para o Trabalho e Formação Cidadã, são elaboradas apostilas referentes ao conteúdo proposto para cada disciplina (práticas administrativas, informática, montagem e configuração de microcomputadores e formação cidadã). Adicionalmente, são selecionados vídeos, realizadas oficinas, entre outras. Todo o material e metodologia utilizados são compartilhados na rede de serviços e relacionamentos da instituição, podendo ser disponibilizados quando solicitado.

Anexos da tecnologia
LegendaArquivo/Download
TeatroBaixar
Oficinas de ArtesBaixar
Oficinas de EsportesBaixar
Oficinas de ArtesBaixar
Oficinas de CulturaBaixar
Oficinas de CulturaBaixar
Oficinas de CulturaBaixar
Oficinas de ArtesBaixar
Endereços eletrônicos associados à tecnologiaDepoimento Livre

Palavra do Presidente: A Escola Esperança Frei Giorgio Callegari, iniciou suas atividades em setembro de 2006, foi idealizada com o propósito de capacitar jovens do bairro Santa Terezinha e adjacências para o primeiro emprego. Foram três anos de intensa e rica experiência até chegarmos ao modelo atual de ‘Capacitação para o Trabalho e Formação Cidadã’ que se revelou, até agora, como o ideal para o nível dos nossos alunos. A carência de conhecimentos para enfrentar os desafios do primeiro emprego levou-nos a ministrar aos atendidos aulas de português, matemática, práticas administrativas, informática, montagem e configuração de computadores e cidadania. Em outubro de 2009, após término do curso de seis meses, logramos preparar 120 jovens, de ambos os sexos, dos quais 30% estão trabalhando.