Clorador Artesanal – Projeto Água Limpa

certificada 2011

Instituição
Prefeitura Municipal de Jaguari - RS
Endereço
Avenida Sete de Setembro, 1090 - CENTRO - Jaguari/RS
E-mail
visajaguari@gmail.com
Telefone
(55) 3225-1719
Responsáveis pela tecnologia
NomeTelefoneE-mailRedes Sociais
Leonardo Viero Silveira(55) 3255-1719visajaguari@gmail.com
Resumo da Tecnologia

Método de tratamento de água de baixo custo, fácil acesso e alta eficiência, que é feito (montado) todo em peças de canos e conexôes feitos de policloreto de polivinila (PVC), utilizando o cloro em pastilhas como agente desinfetante da água.*{ods3},{ods13}*

Tema Principal

Saúde

Tema Secundário

Meio ambiente

Problema Solucionado

O município de Jaguari, localizado na região centro-oeste do estado do RS, possui cerca de 12.000 habitantes, dos quais em torno de 5.000 pessoas residem na zona rural do município e se abastecem por fontes de água alternativa como poços artesianos, poços rasos ou vertentes sem tratamento. Coordenando o setor de vigilancia sanitaria municipal, foi realizada a vigilancia da água no municipio. Esse procedimento consistiu em coletar mensalmente 18 amostras de água em diferentes pontos e enviá-las para o laboratorio central do estado para exames físico – químicos e microbiológicos. Os resultados apontaram um número superior a 90% das análises com laudos indicando uma água imprópria para consumo humano, com presença de coliformes total e termotolerantes do tipo fecal podendo causar problemas de saúde, mediante esta situação buscou-se um método que fosse barato, acessível e que demonstrasse resultados eficientes, como a instalação dos cloradores artesanais.

Objetivo Geral

O objetivo geral do projeto consistiu em instalar cloradores artesanais em todas as 20 soluções alternativas coletivas (poços artesianos, rasos ou vertentes) cadastradas que abastecem 10 ou mais familias na zona rural do municipio que recebiam agua sem tratamento.

Objetivo Específico

Eliminar a contaminação microbiológica da água.

Solução Adotada

Detectado o fato de contaminação microbiológica da água, foi buscada a solução por meio de um clorador artesanal para resolver este problema. Entende-se que a água é uma questão de saúde pública. O clorador baseia-se em um tubo tipo cloreto de vinila (PVC) de 40 centímetros (cm) de comprimento com encaixe de conexões soldáveis e roscáveis e dois registros comuns que regulam a vazão de agua que entra e sai do clorador, deixando o nível de cloro residual da água dentro dos limites da portaria 518 do Ministério da saúde que estabelece os níveis de cloro residual aceitável entre 0,5 miligramas por litro (mg/l) a 2mg/l. O clorador é sempre instalado no cano que leva a agua para a caixa reservatória, entre a saída da fonte e a caixa reservatória. Dentro do clorador coloca-se cinco pastilhas de cloro de 200 gramas cada as quais possuem um tempo de vida media em torno de 5 meses (após este tempo devem ser colocadas novas pastilhas através da tampa roscável superior do clorador). Com as comunidades do interior beneficiadas, foram realizadas varias palestras a respeito do tema agua, primeiro sobre os riscos da contaminação da agua e após sobre os benefícios da agua tratada. Coletamos depoimentos de médicos, enfermeiros, promotores públicos sobre a importância do tratamento da agua e levamos ao conhecimento das comunidades.

Resultado Alcançado

Possuimos 20 cloradores instalados em diferentes pontos da zona rural do município de Jaguari, todos em solução alternativa coletiva (fonte que abastece mais de dez famílias) e em todos possuímos os laudos microbiológicos do Lacen (laboratório central do rs) antes e após a instalação do clorador em cada localidade. Em todos os cloradores instalados, os laudos do lacem comprovam que a agua esta livre de contaminação microbiológica, agua considerada potável, ou seja, comprova a eficiência do clorador

Locais onde a Tecnologia Social já foi implementada
Cidade/UFBairroData da implementação
Jaguari / Rio Grande do SulZona Rural01/2010
Público-alvo da tecnologia
Público alvo
Agricultores Familiares
Quantidade: 3.000
Profissionais necessários para implementação da tecnologia
ProfissionalQuantidade
Profissional de nível médio2
Recursos materiais necessários para implementação da tecnologia

1 TUBO DE PVC DE 75MM DE DIAMETRO POR 40CM DE COMPRIMENTO, 1 CAP SOLDAVEL DE 75MM, UM CAP ROSCAVEL DE 75MM, UM ADAPTADOR CT SOLDAVEL DE 75MM, 2 COLAR TOMADA COM SAIDA ¾ DE 75MM, 2 REGISTROS ESFERA CABEÇA QUADRADA COM SAIDA ¾ , 2 COLAR TOMADA COM SAIDA ¾ DE ACORDO COM A BITOLA DO CANO DA CAIXA RESERVATORIA, 5 PASTILHAS DE CLORO DE 200 GRAMAS CADA.

Valor estimado para a implementação da tecnologia

UM CLORADOR MONTADO JÁ COM AS PASTILHAS DE CLORO CUSTA EM TORNO DE R$ 120,00

Impacto Ambiental

Não possui impactos ambientais.

Forma de Acompanhamento

MENSALMENTE É FEITO COLETA DE AGUA DAS RESIDENCIAS QUE RECEBEM A AGUA TRATADA PELO CLORADOR E ENVIADO AO LABORATORIO PARA REALIZAÇÃO DE TESTES DE POTABILIDADE DA AGUA E AVALIAÇÃO MICROBIOLOGICA

Forma de Transferência

POSSUIMOS FOLDERS QUE ENSINAM A MONTAR O CLORADOR E A INSTALAR NAS PROPRIEDADES, TABELAS DO CUTO DO CLORADOR, DA DURABILIDADE DAS PASTILHAS DE CLORO, APRESENTAÇÕES EM POWER POIT DE FACIL ENTENDIMENTO QUE EXPLICAM A IMPORTANCIA DE UMA AGUA TRATADA NO AMBITO DA SAUDE PUBLICA. PUBLICAÇÃO DO PROJETO EM JORNAIS DE CIRCULAÇÃO LOCAL E ESTADUAL, APRESENTAÇÃO EM FORUNS DA ANVISA EM AMBITO NACIONAL

Depoimento Livre

No início do projeto sentimos alguma resistência das pessoas beneficiadas quanto ao gosto de cloro na agua, mas com um trabalho minucioso baseado no tema educativo com palestras, ensinamentos e depoimentos as pessoas foram entendendo a real importância e os benefícios da agua tratada e sem riscos para a saúde.