FOSSA ECOLÓGICA-TEvap

certificada 2013

Instituição
EMATER-MG
Endereço
AV SÃO JOSÉ 988 - CENTRO - Alfenas/MG
E-mail
uregialfenas@emater.mg.gov.br
Telefone
(35) 3292-1170
Responsáveis pela tecnologia
NomeTelefoneE-mailRedes Sociais
ANTONIO HENRIQUE PEREIRA(35) 3292-1170antonio.henrique@emater.mg.gov.br
LUIZ GERALDO MARCIANO RESENDE REIS(35) 3221-1743varginha@emater.mg.gov.br
Resumo da Tecnologia

É um sistema de tratamento e reaproveitamento dos nutrientes do efluente do vaso sanitário. Foi criado por Tom Watson, nos EUA, e adaptado por vários permacultores brasileiros . Nele ocorre a decomposição anaeróbica da m. orgânica, mineralização e absorção pelas plantas. É um sistema fechado.

Tema Principal

Meio ambiente

Tema Secundário

Saúde

Problema Solucionado

Na comunidade dos Martins, localizada na zona rural de Varginha/MG, as casas não dispunham de tratamento adequado do esgoto doméstico, ocasionando a contaminação dos recursos naturais, solo e água, e ainda aumentava a incidência de doenças hidro transmissíveis pelo sistema adotado, anteriormente, esgoto a céu aberto ou disposto diretamente nos cursos d'água e ou fossa negra, contaminando assim os aquíferos e o solo. Desta forma procurou-se implementar, a partir de 2012, um novo sistema de destinação e tratamento do esgoto doméstico, em especial a água negra, oriunda do vaso sanitário, sendo escolhido a tecnologia da F. Ecológica -TEvap, por ter viabilidade técnica, financeira e facilidade operacional além de proporcionar a melhoria na qualidade de vida e bem estar das famílias dos agricultores familiares que adotaram a tecnologia. Em se tratando de comunidades rurais dispersas, esta situação, na maioria das vezes, inviabiliza financeiramente a construção de um sistema coletivo de tratamento e recolhimento dos esgotos domésticos. Trata-se de uma solução simples, não faz uso de processos mecanizados e as estruturas são de fácil construção e operação e é de baixo custo.

Objetivo Geral

Implantar o sistema TEvap para o tratamento de efluentes do vaso sanitário domiciliar, visando o destino adequado dos dejetos humanos e a promoção da saúde, do bem estar e a melhoria da qualidade de vida das famílias rurais, reduzindo os impactos ambientais e sociais no meio rural.

Objetivo Específico

1-Conscientizar e incentivar as famílias rurais a implantar o sistema TEvap para o tratamento da água negra (efluentes do vaso sanitário). 2-Implantar unidades demonstrativas (UDs) nas comunidades rurais, onde não existe a destinação e o tratamento adequado do esgoto doméstico. 3-Realizar Dias de Campo para divulgar a tecnologia para as demais comunidades rurais.

Solução Adotada

O sistema TEvap, solução individual para o tratamento e disposição final dos efluentes do vaso sanitário domiciliar, permitirá o destino adequado dos dejetos humanos sem poluir as águas o solo e o ar. É uma tecnologia baseada em conhecimentos e experiência técnica, visando trabalhar a iniciativa local e os materiais que mais facilmente se obtenham (pneus usados, entulhos de construção), sempre em busca do desenvolvimento sustentável: ambientalmente correto, economicamente viável e socialmente justo. Foi apresentada pela EMATER-MG à SUPRAM/SUL DE MINAS e foi aprovada por este Órgão Ambiental, conforme parecer N° 788/2011 de 10/05/2011, em anexo. Por ser uma solução funcionalmente simples, não requer manutenção e a vida útil é indefinida, se a fossa for construída nas especificações recomendadas. O material líquido será evapotranspirado e o material sólido será absorvido pelas plantas. Consiste em um tanque retangular impermeabilizado, dimensionado para uma unidade familiar, preenchido por um túnel de pneus usados e por diferentes camadas de substrato (entulho, brita, areia e terra) e plantado com espécies vegetais de rápido crescimento, de raízes superficiais, grande área foliar e alta demanda de água. Foram estabelecidas parcerias em todas as etapas do projeto: sensibilização, execução e avaliação, com o envolvimento das famílias rurais no processo. O primeiro parceiro do projeto é a comunidade dos Martins Associação do agricultores familiares dos Martins(Fair Trade) que aderiu à proposta para enfrentamento da falta de alternativas para tratamento e recolhimento dos esgotos domésticos no meio rural. Coordenadas geográficas da sede da Associação dos Martins/Varginha/MG: Latitude 21° 31' 41,1" e Longitude 45° 21' 23,1". Em uma das reuniões da Associação discutiu-se o problema do esgoto doméstico e a EMATER/MG/Esloc /Varginha através do Extensionista Luis Geraldo apresentou a Tecnologia TEvap e as famílias interessaram em conhecer a alternativa e se apresentaram para montar a UD, denotando um comprometimento de todos com o projeto. A UD foi construída em 20/08/2010, na propriedade do Sr. Leonísio Reguim, onde se realizou um dia de campo em 15/ 12/ 2010, que teve a participação de 70 pessoas com a finalidade de divulgar o sistema TEvap. Elaboração de folder sobre a Fossa Ecológica -TEvap e distribuição em âmbito regional. Foram feitas 3 reportagens com as emissoras de TV do município e uma matéria realizada pela equipe do Programa MINAS RURAL da EMATER-MG que passou em vários canais televisivos do país, tendo uma divulgação em massa da Tecnologia TEvap. Foi executado um Plano de Avaliação que se propôs a acompanhar, controlar e avaliar o projeto em 3 situações: 1ª - Situação ex-ante: diagnóstico das famílias envolvidas, considerando a necessidade. 2ª - A implantação do projeto: divulgação e adesão de parcerias; participação, desempenho e grau de satisfação dos beneficiários; envolvimento, comprometimento e satisfação dos parceiros; análise dos resultados obtidos; qualidade e intensidade das visitas realizadas pelos técnicos. 3ª - Análise ex-post: avaliação do impacto do projeto quanto à melhoria das condições ambientais, satisfação das famílias envolvidas no projeto e participação das instituições parceiras (Fair Trade e Prefeitura).

Resultado Alcançado

Até o momento, já foram construídas cerca de 70 Fossas Ecológicas na Comunidade dos Martins, pioneira na implementação desta tecnologia, totalizando cerca de 150 TEvaps no município de Varginha. Com a construção das 150 TEvaps foram reaproveitados cerca de três mil pneus usados, reduzindo assim o impacto no aterro sanitário de Varginha/MG. Com a implementação das Fossas Ecológicas, as famílias rurais estão satisfeitas e adequaram ambientalmente as propriedades as exigências do Fair Trade em relação a um dos aspectos ambientais que é o saneamento rural. Houve melhoria na qualidade da água e despoluição do solo, eliminou o mau cheiro e melhorou a estética das casas que adotaram o sistema TEvap. Instalação de diversas UDs em Municípios vizinhos: Andradas/MG, Boa Esperança/MG, Caraeçú/MG, Elói Mendes/MG, Inconfidentes/MG, Perdões/MG, Poços de Caldas/MG e PousoAlegre/MG Realização de palestras em Municípios vizinhos e no Seminário Governança das Águas/Varginha/2012, promovido pelo CBHVERDE. Realização de curso para jovens rurais no IFET/Inconfidentes/MG com instalação de UD. Realização de dia campo e montagem de UD da fossa ecológica em Boa Esperança/Mg em 16/05/2013 coma participação de 30 pessoas. Apresentação da Fossa Ecológica na RIO+20, pelo presidente da Associação dos Martins/Varginha/MG( Fair Trade). O Programa Nacional de Habitação Rural-PNHR/CEF, está adotando o TEvap como tecnologia de tratamento do esgoto nas casas construídas e reformadas. (Andradas 15 TEvaps).

Locais onde a Tecnologia Social já foi implementada
Cidade/UFBairroData da implementação
Varginha / Minas GeraisComunidade Martins/ zona rural06/2012
Público-alvo da tecnologia
Público alvo
Agricultores Familiares
Produtores rurais - Pequenos
Profissionais necessários para implementação da tecnologia
ProfissionalQuantidade
Pedreiro1
Recursos materiais necessários para implementação da tecnologia

Material e mão de Obra. 1- 20metros de tela de arame. malha 1,5 cm ; 2- 3 sacos de cimento; 3- 1 saco de cal; 4- 1 metro de brita N° 1; 5- 2 metros de areia média; 6-12 metros de tubo PVC 100mm; 7- 6 metros de tubo PVC 50 mm; 8- 1 kg. de grampo de cerca; 9- 20 pneus usados de automóvel; 10- 4 metros de entulho cerâmico; 11- 1 hora de Pá carregadeira; 12- 3 dias de pedreiro; 13- Veiculo para transporte do material até a propriedade.

Valor estimado para a implementação da tecnologia

R$ 900,00 (Novecentos reais)

Instituições parceiras na tecnologia
Instituição parceiraAtuação na tecnologia social
Prefeitura MunicipalLogistica, Transporte de material
Cooperativa do produtores de café especial da comunidade dos Martins/ Varginha/MG-Fair TradeFinanciamento de material para implantação de 60 Fossas Ecológicas.
Impacto Ambiental

IMPACTOS POSITIVOS: 1- DESPOLUIÇÃO DA ÁGUA E DO SOLO; 2- REAPROVEITAMENTO DE ENTULHOS E PNEUS USADOS; 3- REDUÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS NO ATERRO SANITÁRIO (PNEUS E ENTULHOS); 4- REDUÇÃO DE FONTE DOENÇAS HIDROTRANSMISSÍVEIS; 5- ELIMINAÇÃO DE ODORES FETIDOS PROPORCIONADO PELA DISPOSIÇÃO INADEQUADA DO ESGOTO DOMÉSTICO; 6- BEM ESTAR E MELHORIA DA QUALIDADE DE VIDA; 7- HARMONIA PAISAGÍSTICA. IMPACTOS NEGATIVOS; NÃO EXISTEM.

Forma de Acompanhamento

Será executado um Plano de Avaliação que se propõe a acompanhar, controlar e avaliar o projeto em 3 situações: 1ª - Situação ex-ante: diagnóstico das famílias envolvidas, considerando a necessidade. 2ª - A implantação do projeto: divulgação e adesão de parcerias; participação, desempenho e grau de satisfação dos beneficiários; envolvimento, comprometimento e satisfação dos parceiros; análise dos resultados obtidos; qualidade e intensidade das visitas realizadas pelos técnicos. 3ª - Análise

Forma de Transferência

Através de: 1- Montagem de Unidades demonstrativas; 2- Realização de dias de campo; 3- Palestras técnicas; 4- Distribuição de folder; 5 - Montagem e distribuição de CD; 6- Reportagem de TV.

Anexos da tecnologia
LegendaArquivo/Download
Manual DigitalBaixar
Manual para impressãoBaixar
TEva-EstudoBaixar
SUPRAM/VARGINHA APROVA TEvap.Baixar
Endereços eletrônicos associados à tecnologiaDepoimento Livre

O TEvap além de comprovadamente resolver o problema da destinação do esgoto doméstico possui inúmeras vantagens sobre os demais sistemas utilizados (Fossas sépticas):1- É de fácil construção e operação;2- Não precisa de limpeza;3- É de custo baixo;4- O material para construção é encontrado em qualquer município, por menor que seja;5- Não precisa de mão de obra especializada para sua implementação;6- Reutiliza resíduos sólidos de difícil destinação (pneus usados e entulhos de construção);7- Contribui para o aumento da vida útil dos aterros controlados e ou sanitários;8- Evita a poluição da água do solo e do ar;9- Elimina os odores fétidos do esgoto doméstico;10-Reduz a fonte de doenças hidrotransmissíveis;11-Proporciona harmonia paisagística. Rosângela P.F,Sitio Martins disse:Beleza !