Água: Conhecimento para Gestão

certificada 2015

Instituição
Fundação Parque Tecnológico Itaipu
Endereço
Avenida Tancredo Neves, 6731 - Usina Hidrelétrica de Itaipu - Foz do Iguaçu/PR
E-mail
tania@pti.org.br
Telefone
(45) 3576-7466
Responsáveis pela tecnologia
NomeTelefoneE-mailRedes Sociais
Alexandra da Silva(45) 3576-7061alexandra@pti.org.br
Juan Carlos Sotuyo(45) 3529-2024sotuyo@pti.org.br
Resumo da Tecnologia

O Projeto “Água: Conhecimento para Gestão” é um convênio entre a Agência Nacional de Águas e Fundação Parque Tecnológico Itaipu, com apoio da Itaipu Binacional, para o desenvolvimento de ações de comunicação, difusão, mobilização social, capacitação e educação para a gestão de recursos hídricos no Brasil e demais países da América Latina. Oferece 33 cursos gratuitos, nas modalidades EaD, semipresencial e autoinstrucional. A maioria das turmas contam com acompanhamento de tutor. Onze cursos são traduzidos para o idioma espanhol. Em 53 meses de projeto, serão ofertadas 30 mil vagas. Hoje, 10 mil pessoas já foram capacitadas - de todos os estados brasileiros e todos os países da América Lat*{ods4},{ods6},{ods13}*

Tema Principal

Educação

Tema Secundário

Recursos Hídricos

Problema Solucionado

Água em qualidade e quantidade adequada para atender aos seus usos múltiplos, garantindo disponibilidade para as futuras gerações é uma grande preocupação da atualidade. Para isso, a Política Nacional de Recursos Hídricos, propôs um modelo de gestão participativo e integrado, com o envolvimento de toda a sociedade no planejamento e manejo das águas. Mas existem muitos desafios na aplicação deste modelo, principalmente no que tange a efetiva participação dos diversos atores e na equivalência de conhecimentos entre eles. Superar esses desafios requer que todos os envolvidos compreendam os temas acerca das decisões que implicam na disponibilidade de água. Assim, faz-se necessário o investimento em educação, oferecendo conhecimentos técnicos, desenvolvendo habilidades para negociações e mediação de conflitos. Com a criação da Política, os órgãos colegiados fortaleceram-se e cresce a demanda por capacitação. E além destes, faz-se necessária a conscientização dos demais usuários: sociedade em geral, educadores e jovens – uma vez que são eles os futuros gestores da água. Neste cenário, o Projeto Água oferece capacitação para estes atores, visando a gestão eficaz dos recursos hídricos.

Objetivo Geral

Desenvolver ações de comunicação, difusão, mobilização social, capacitação e educação para a gestão dos recursos hídricos no Brasil e demais países da América Latina.

Objetivo Específico

- Promover a capacitação dos recursos humanos, para a gestão dos recursos hídricos. - Desenvolver 33 cursos nas temáticas Segurança de Barragens, Hidrologia e Hidrometria, Qualidade da Água, Planejamento e Gestão de Recursos Hídricos, Educação e participação social na gestão de recursos hídricos, Geoprocessamento, sensoriamento remoto e gestão territorial de recursos hídricos. - Ofertar 35 mil vagas neste cursos, de forma gratuita. - Realizar 750 mil ações de comunicação e mobilização social. - Tradução de cursos para o idioma espanhol e oferta de 10% das vagas para profissionais da América Latina, promovendo o conhecimento para a gestão integrada dos recursos hídricos. - Sanar uma lacuna de conhecimento, para garantir a gestão eficaz dos recursos hídricos. - Preparar os jovens, pois são eles os futuros usuários e gestores das águas. - Oferecer conhecimento técnicos sobre ferramentas e metodologias na área de recursos hídricos.

Descrição

As instituições envolvidas disponibilizam técnicos, estrutura física e tecnológica, como laboratórios, salas de aula, barcos, equipamentos, software, etc. Há uma equipe de profissionais contratados, alocados na FPTI, em Foz do Iguaçu (PR), responsáveis pela coordenação administrativa e pedagógica, além das ações de comunicação e contratações. Na ANA há também uma equipe de coordenação, que mobiliza os demais técnicos para as diferentes atividades previstas; o mesmo acontece em Itaipu. Após a formatação do Projeto - com definição dos objetivos, metas, recursos e prazos – as equipes se mobilizaram em duas frentes: a primeira trabalhou a formatação dos cursos, e a outra planejou as ações de comunicação e formas de alcançar o público-alvo. O processo de formatação de um curso inicia com a criação de grupo técnico, envolvendo especialistas voluntários das 3 instituições, apoiados por uma equipe pedagógica. Este grupo define o conteúdo programático do curso. Então, contratam-se conteudistas para elaboração do material didático. O grupo de trabalho é responsável pelo acompanhamento e revisão do material produzido pelos profissionais contratados. A maioria das discussões acontecem por videoconferência. A produção do material demora cerca de 4 meses. Os cursos têm cargas horárias entre 12 e 320 horas. Todos os cursos têm um componente de educação à distância (EaD), sendo alguns totalmente EaD, outros semipresenciais; com e sem acompanhamento de tutores. A EaD é uma importante estratégia para aumentar a capilaridade do Projeto, suplantar as barreiras geográficas, promover a democratização da educação e permitir o intercâmbio de experiências com pessoas de diversas regiões - sem nenhum custo. Alguns cursos têm a necessidade de encontros presenciais, pois abordam assuntos técnicos e utilizam instrumentos, para os quais não há simulação digital. Grande parte dos professores presenciais são voluntários, da ANA e Itaipu. Não havendo profissional voluntário com disponibilidade ou conhecimento técnico sobre o assunto, parte-se para a contratação de professor. Com o material finalizado, iniciam-se os trabalhos para criação de turmas e oferta de vagas. As turmas são compostas por 30 alunos. Na maioria dos cursos os alunos são acompanhados por tutores, mesmo os semipresenciais. Para ter direito ao certificado, o aluno precisa atingir média acima de 6,0 e no caso dos cursos semipresenciais, participar de 75% do encontro. Todos os cursos são gratuitos e acessados no site: www.aguaegestao.com.br, disponível em português e e espanhol. A procura pelos cursos é grande: a concorrência em alguns cursos passa de 25 candidatos/vaga. Por isso faz-se necessária a realização de um processo seletivo. Cada curso tem um público-alvo prioritário, dentre eles, profissionais que atuam na área de recursos hídricos, membros de órgãos colegiados, usuários, instituições de ensino e sociedade em geral, com ênfase no público jovem. O ambiente virtual de aprendizagem do curso é preparado utilizando a ferramenta Moodle. Onze cursos são traduzidos para o idioma espanhol, atingindo o objetivo de capacitar alunos da América Latina e promover uma gestão integrada dos recursos hídricos. O meio natural desconhece as fronteiras e divisões políticas entre as nações, exemplos são as regiões hidrográfica do Paraná e Amazônia. Nestas regiões a água é compartilhada entre nações, portanto, justifica-se a necessidade de se promover o conhecimento compartilhado para a boa gestão dos recursos hídricos também entre os países vizinhos. Dez por cento das vagas são disponibilizadas no idioma espanhol. Na linha da “comunicação, difusão e mobilização social”, a meta era realizar 750 mil ações de comunicação, por meio de instrumentos como o portal de capacitação, boletins informativos, revistas, redes sociais, ações de radiodifusão e jogo eletrônico. Já alcançou-se 1,99 milhões de pessoas, mais que o dobro do previsto. DESAFIOS - Alguns desafios já eram inicialmente esperados, haja vista a magnitude e características do Projeto, como a grande demanda do público, a evasão dos participantes em cursos a distância, a aplicação de recursos públicos e o alcance nos países estrangeiros. Quanto a evasão, apesar dos resultados obtidos estarem de acordo com o que preconiza a literatura, foram implantadas medidas para a redução da evasão, que era de 17,20% e depois das iniciativas, baixou para 12,40%. A atuação do tutor neste processo é fundamental, pois é ele o facilitador, integrador e guia que auxilia na estruturação e construção do conhecimento. Por isso, foi criado um programa de formação de tutores, e adotadas novas iniciativas, como contatos diários para acompanhamento e motivação do tutor. Seja partindo do tutor ou do suporte técnico, as respostas de dúvidas dos alunos precisam ser respondidas em no máximo 24 horas e entre os requisitos desta comunicação destacam-se a transparência, agilidade e proatividade.

Resultado Alcançado

O Projeto tem contribuído para a formação de pessoas mais qualificadas para a promoção da gestão das águas, buscando diminuir as assimetrias de conhecimentos entre os tomadores de decisão e a sociedade, além de contribuir com a formação de novas lideranças e incentivar as instituições a promoverem práticas participativas de comunicação, sensibilização e educação. Nos primeiros 44 meses de trabalho (ago/11 a mar/15), foram capacitadas mais de 10 mil pessoas, alcançando brasileiros de todas as unidades da Federação e estrangeiros de todos os demais países da América Latina. Resultados até fevereiro de 2015: - 3 instituições parceiras - 44 meses de atuação - 25 cursos prontos e ofertando vagas, e outros 08 cursos em desenvolvimento - 18 mil vagas ofertadas, para as quais registrou-se 65 mil inscritos - Mais de 10 mil alunos capacitados - 334 turmas concluídas - Abrangência territorial já conquistada: todos os estados brasileiros e todos os países da América Latina, além da Espanha, Estados Unidos, Moçambique, Nicarágua, Belize e Angola. - 1.992.649 ações de comunicação - 90 tutores (sendo 7 doutores, 12 doutorandos, 15 mestres e 7 mestrandos), de nove estados brasileiros - Site bilíngue (português e espanhol) - 45 mil cadastros no site - AVA interativo - Jogo eletrônico, que já teve 3 mil jogadores - 3 premiações nacionais Os cursos são analisados por meio de avaliações de reação aplicadas aos participantes, gerando informações para o aprimoramento das iniciativas. A compilação desses resultados indicou um elevado nível de satisfação dos participantes. A parceria estabelecida entre as instituições envolvidas é um ponto forte do convênio, pois nenhuma das instituições sozinha conseguiria desenvolver um projeto de tamanha envergadura. Trabalhar em parceria requer disposição para o diálogo e aprendizagem coletiva, muitas vezes, os resultados são demorados, entretanto, são mais consistentes. Apesar dos esforços em oferecer uma oferta significativa de capacitação, essa iniciativa não atende toda a demanda de formação em recursos hídricos do País. A demanda dos atores diretamente envolvidos na gestão das águas e das comunidades afetadas será sempre crescente, pois os processos educativos precisam ser continuados, dialogando com os desafios contemporâneos. Assim, fazem-se necessários o fomento e a construção de novas parcerias para a continuidade e promoção de novos programas.

Locais onde a Tecnologia Social já foi implementada
Cidade/UFBairroData da implementação
Foz do Iguaçu / ParanáSede é Foz, alcance do projeto são todos os estados brasileiros e todos os países da América Latina.08/2011
Brasília / Distrito Federalo alcance do projeto são todos os estados brasileiros e todos os países da América Latina.08/2011
Público-alvo da tecnologia
Público alvo
Adolescentes
Adulto
Agricultores
Agricultores Familiares
Alunos do ensino fundamental
Alunos do ensino médio
Alunos do ensino superior
Assentados rurais
Criadores bovinos
Diretor de escola
Gestores Públicos
Jovens
Lideranças Comunitárias
Organização não Governamental
População Ribeirinha
Povos indígenas
Produtores rurais - Grandes
Produtores rurais - Médios
Produtores rurais - Pequenos
Professores do ensino básico
Professores do ensino fundamental
Professores do Ensino Médio
Professores do Ensino Superior
Recursos materiais necessários para implementação da tecnologia

Para a coordenação administrativa e pedagógica do Projeto, além dos profissionais, é necessária a estrutura física e tecnológica adequada (como mobiliário, computadores, impressoras, telefones, câmeras fotográficas, etc), além de espaços para reuniões. Como a maioria das discussões entre as equipes é realizada à distância - principalmente para formatação dos cursos – utiliza-se equipamentos próprios para videoconferência. No geral, o Projeto incentiva o uso de softwares livres e os utiliza como sistema operacional dos computadores, bem como para edição de textos, planilhas e apresentações. Porém, em alguns casos não há programas livres que atendem satisfatoriamente a finalidade, por isso faz-se necessária a contratação de softwares, por exemplo, ferramenta para envio de e-mail marketing, edição de imagens e vídeos, domínio para hospedagem do site, entre outros. Para as aulas presenciais, também faz-se necessária a estrutura física e tecnológica, como laboratórios, salas de aula, barcos, equipamentos específicos de cada curso, softwares, tablets, entre outros.

Valor estimado para a implementação da tecnologia

Em cinco anos de Projeto serão investidos R$8.388.394,88 para cumprimento do Plano de Trabalho que prevê elaboração e oferta de 33 cursos e 35 mil vagas. Do total, 89% recursos orçamento ANA, 11% da FPTI e Itaipu.

Instituições parceiras na tecnologia
Instituição parceiraAtuação na tecnologia social
Agência Nacional de Águas (ANA)Por meio da Gerencia de Capacitação - Gecap, busca promover capacitação e conscientização da sociedade sobre a necessidade da conservação e do uso racional dos recursos hídricos.
Itaipu BinacionalPor meio de profissionais capacitados e com 40 anos de atuação, é referência em conhecimento técnico e científico em temas como Segurança de Barragens, Hidrologia, Qualidade da Água, entre outros.
Fundação Parque Tecnológico ItaipuA Fundação Parque Tecnológico Itaipu dispõe do conhecimento nas áreas de Educação a Distância e Gerenciamento de Projetos.
Anexos da tecnologia
LegendaArquivo/Download
Registros e Informações AdicionaisBaixar
Folder InstitucionalBaixar
Reportagem do Curso de Monitoramentodownload
Apresentação do Curso Água em Jogodownload
Revista Água e GestãoBaixar
Projeto é reconhecido em premiações nacionais e internacionaisBaixar
Registros e Informações AdicionaisBaixar
Apostila de Governança da ÁguaBaixar
Entrevista na CBN sobre cursos Água em Gestãodownload
Capacitação para Tutoresdownload
Audio Recurso Natural de Valordownload
Aula Presencial em Brasíliadownload
Video de Apresentação da Água em Cursodownload
Video de Aplicação do Cursodownload
Endereços eletrônicos associados à tecnologiaDepoimento Livre

"Como o ES regulou a lei sobre recursos hídricos, estamos passando por um processo histórico que se trata do enquadramento dos recursos hídricos bem como legalização para outorga e cobrança. Foi um excelente momento para fazer os cursos do Projeto, pois me deram suporte técnico para contribuir com orientações nas discussões dos Comitês de Bacia Hidrográfica" - Angelina Balarine, advogada. "El material didáctico fue de muy buena calidad, interesante, estimulante, de fácil comprensión y dirigido a la proactividad de los lectores en dirección del logro de los objetivos planteados por el curso. El tutor es el motor del espíritu del clima educativo en la aula virtual. La asistencia a clase es fundamental porque mantiene al participante activo" - Tomás A.S. Ruiz, Ingeniero - Venezu