Programa Futuro Cientista

certificada 2015

Instituição
Universidade Federal de São Carlos
Endereço
Rodovia João Leme dos Santos, Km 110 - SP-264 - Bairro do Itinga - Sorocaba/SP
E-mail
anabrandl@gmail.com
Telefone
(15) 3229-8818
Responsáveis pela tecnologia
NomeTelefoneE-mailRedes Sociais
Adilson Jesus Aparecido de Oliveira(16) 3413-4549adilson.ufscar@gmail.com
Caroline Pavan Brandini(11) 97593-1411caroline.pfcufscar@gmail.comhttps://www.facebook.com/caroline.pavanbrandini
Fabio de Lima Leite(15) 99164-4210fabiolimaleite@gmail.comhttp://www.facebook.com/FuturoCientista
Francine de Moraes da Cunha(15) 99826-6794franmoraes2@hotmail.com
Ismail Barra Nova de Melo(15) 99154-5145ismail.barra@gmail.com
Luiz Carlos de Faria(15) 98116-2727lcfaria@ufscar.br
Resumo da Tecnologia

O Programa Futuro Cientista® (PFC) é uma tecnologia social de amplo alcance e baixo custo que visa "adotar" o jovem talento ou o estudante em situação de vulnerabilidade socioeconômica inscritos em escolas públicas ou unidades de acolhimento institucional (UAI) (abrigos e antigos orfanatos), com perfil ou potencial para tornar-se um cientista ou empreendedor. O PFC investe em sua formação básica, preparando-o para superar as dificuldades e alcançar seus objetivos. Tal metodologia proporciona um "plano de vida" (Anexo XVII) ao estudante, desde o ensino fundamental I, fornecendo todos os subsídios necessários para o jovem ingressar em uma Universidade e iniciar sua carreira acadêmica.

Tema Principal

Educação

Tema Secundário

Renda

Problema Solucionado

Para estudantes de baixa renda de escolas públicas ou àqueles que residem em EAIs o sonho de se tornar cientista ou até mesmo ingressar na Universidade é algo muito distante. Parte do problema está na pouca oportunidade ou investimento que estes estudantes recebem durante toda sua formação básica, além das condições socioeconômicas desfavoráveis, o que restringe ainda mais o acesso destes jovens à Universidade. Atualmente, existe uma grande restrição de acesso de jovens ao ensino superior: 19% dos jovens de 18 a 24 anos, não completam o ensino fundamental e outros 25%, mesmo tendo completado o ensino fundamental, não ingressam no ensino médio ou não o concluem (PNAD). Têm-se outros 31% do total de jovens nessa faixa etária que concluem o ensino médio, mas não ingressam no ensino superior. Como se observa, o quadro é alarmante e necessita de ações urgentes e abrangentes, pois boa parte dos estudantes do ensino público não possui um ambiente propício ao incentivo escolar, seja por parte da desestrutura escolar ou familiar ou da sua condição socioeconômica. Para o caso das EAIs, a restrição à Universidade é tão grande que o sonho de tornar-se cientista é algo quase inalcançável.

Objetivo Geral

Descobrir futuros talentos, entre estudantes de escolas públicas e entidades de acolhimento institucional, promovendo a alfabetização científica, a adoção social e a oportunidade de ingresso numa Universidade Pública.

Objetivo Específico

* Selecionar potenciais talentos para a ciência, entre estudantes de baixa renda de escolas públicas e abrigos/orfanatos (EAI); * Instituir "Escolas Científicas" nas unidades conveniadas (escolas e EAIs), formando os "clubes de ciências", garantindo a existência de um espaço interativo de divulgação cientifica e tecnológica e de experimentação, funcionando como plataforma de desenvolvimento social e científico; * Desenvolver as ferramentas necessárias para realização de pesquisa científica (relatórios, experimentos, apresentação oral, artigos); * Propiciar a alocação de valores indispensáveis para a formação de um profissional como a criatividade, liderança, capacitação permanente, intelectualidade, perseverança, ética e responsabilidade social e ambiental; * Fornecer ao estudante ações estratégicas que garantam uma formação básica, sólida e eficiente, necessária para aprovação no vestibular; * Fornecer um "plano de vida" ao aluno, com orientação educacional, social e profissional.

Descrição

O PFC tem como objetivo principal descobrir futuros talentos para a ciência, entre crianças e adolescentes de baixa renda de escolas públicas e UAIs, fornecendo uma "formação científica" sólida e ampla e permitindo o acesso à Universidade Pública. Para que esse objetivo seja alcançado, o PFC realiza uma "adoção científica", com a apresentação de um "plano de vida" (Anexo XVII) aos seus alunos-cientistas. O plano de vida consta de um acompanhamento pedagógico e social permanente, desde o 6º ano do ensino básico até a Universidade. O projeto se inicia com a seleção dos alunos e das escolas: a seleção envolve quatro critérios: (i) escolas públicas estaduais ou municipais (IDEB, tipo rural ou de periferia); (ii) perfil de cientista (entrevista com o candidato); (iii) condição socioeconômica (baixa renda, EAIs); e (iv) rendimento escolar (assiduidade e desempenho). Para o caso das escolas municipais, a prefeitura deve realizar um convênio com a UFSCar para a realização do projeto, com o investimento anual de uma taxa de manutenção, calculada segundo os critérios do PFC. Após a seleção da escola e dos estudantes, cada unidade conveniada deverá indicar um Coordenador Local (CL), que é um profissional (professor ou coordenador pedagógico) indicado pela instituição para auxiliar na logística das atividades realizadas no local, durante o convênio (contrapartida da escola). Após esta etapa, inicia-se a orientação educacional e profissional. Tal orientação é realizada por "supervisores educacionais", que visitam as unidades conveniadas periodicamente, além de realizarem encontros via videoconferência e contatos utilizando redes sociais e/ou telefones com os alunos-cientistas e com os CLs. Vale ressaltar que o "acompanhamento" dos alunos abrange 3 requisitos (i) "desempenho escolar" (por exemplo, acesso ao boletim escolar), (ii) "comportamento" (por exemplo, não envolvimento com drogas e assiduidade) e (iii) envolvimento da família (apoio a proposta). O treinamento em "formação científica" é realizado anualmente com todos os alunos-cientistas por intermédio de quatro ações estratégicas: (a) Instituição das "Escolas Científicas" em unidades escolares ou EAIs (espaço destinado à pesquisa científica e reuniões). Neste módulo, os estudantes trabalham individualmente e na forma de “clubes de ciências”, no contraturno escolar, com a meta principal de desenvolver pesquisa por intermédio da linguagem científica. Ressalta-se que dentro das Escolas Científicas, os estudantes realizam várias atividades artísticas e culturais, além das daquelas relacionadas aos projetos de pesquisa, como por exemplo "Maratona do Conhecimento" (conteúdos de atualidade), "Desafio Literário" (poesias e contos de ficção científica), "jogos desafiadores" (criação de jogos científicos), sessão de cinema científico (filmes) e "cientista por um dia" (teatro); (b) Participação anual de todos os alunos na Escola Preparatória para Futuros Cientistas (EPFC). Neste evento, durante dois dias, o aluno-cientista aprende as ferramentas necessárias para realização de pesquisa e exploração científica, além de visitar e conhecer os projetos de pesquisa dos laboratórios das Universidades parceiras do PFC. Na EPFC, o aluno ainda recebe um "manual do cientista" (livro), do qual contém todas as orientações para a realização de pesquisa com enfoque a estudantes do ensino básico. (c) Participação no Encontro Nacional de Futuros Cientistas (ENFC). Neste módulo, o PFC realiza um encontro com todos os alunos-cientistas para apresentação de seus trabalhos e projetos científicos desenvolvidos em suas unidades conveniadas; (d) Participação do aluno do 3º ano do Ensino Médio no Cursinho Pré-Vestibular "Talentos do Futuro". Neste módulo, o aluno-cientista, adotado pelo PFC participa, sem nenhum custo, do cursinho preparatório para o vestibular, preparando o “futuro cientista” para sua jornada rumo ao ensino superior. A concretização destas quatro ações garante o sucesso da proposta e fornece ao estudante as oportunidades e ferramentas necessárias para tornar-se um cientista. A formação de um cientista requer uma longa e tortuosa jornada. Para o PFC, a jornada para se tornar um cientista pode se iniciar no ensino fundamental, mais precisamente, no 6º ano, no qual o aluno inicia sua trajetória como cientista júnior e vai progredindo por intermédio da "recomendação de títulos", até o estudante tornar-se um cientista sênior. Desta forma, o PFC propicia um “Plano de Vida” ao estudante, adotando-o no ensino fundamental e permitindo seu ingresso na Universidade Pública. Após o ingresso na Universidade, o PFC disponibiliza um 'bolsa-cidadania" (número limitado) para que o aluno-cientista, adotado pelo PFC, possa iniciar sua Iniciação Científica. Após o término da graduação, o mesmo tem auxílio financeiro para realizar sua pós-graduação (mestrado e doutorado). A ideia é acompanhar o aluno até seu ingresso como pesquisador em uma instituição de ensino ou pesquisa.

Resultado Alcançado

Desde sua criação em 2010, o PFC já instalou (instituiu) sua metodologia em dez municípios da região de Sorocaba (Anhembi, Capão Bonito, Cesário Lange, Iperó, Pilar do Sul, Salto de Pirapora, São Miguel Arcanjo, São Roque, Sorocaba e Votorantim), atingindo direta e indiretamente mais 1000 estudantes durante estes 5 anos de existência.*Em 2010, realizou-se o I Encontro Regional de Futuros Cientistas (ERFC), um evento que contou com a participação de 41 clubes de ciências (num total de 208 alunos). Neste mesmo ano, iniciamos os projetos da Oficina de Pesquisa Júnior (OPJ), com 9 estudantes do ensino médio (Anexo I, II e IV). Os estudantes desenvolveram pesquisa, durante 1 ano, nos laboratórios de pesquisa da UFSCar. Os resultados foram expressivos e apresentados no II ERFC (Anexos II e III) e no TV TEM Notícias (Globo) (Video 1). Atualmente, 8 destes estudantes estão na Universidade, inclusive 1 deles possui bolsa integral na Universidade de Sorocaba (UNISO) para cursar Engenharia Civil (a UNISO oferece 3 bolsas).* Em 2011, o programa expandiu suas atividades para mais duas escolas da Cidade de Sorocaba, ambas com recurso da Gerdau, com a inscrição de 65 alunos (Anexo IV). *Em 2012, O PFC teve um projeto aprovado pelo MEC (PROEXT) no valor de R$ 98.400,00 (Anexo II), o que proporcionou a ampliação do projeto para mais 2 cidades, Salto de Pirapora e Cesário Lange, permitindo a inscrição de mais de 300 alunos de escolas públicas e ONGs (Céu Azul) (Video 2). Neste ano, realizamos o III ERFC (Anexo V, em amarelo). *Em 2013, iniciamos o ano com a realização da I Escola Preparatória para Futuros Cientistas (EPFC), para alunos de graduação (Video 3, Anexo VI e XIX). Todas as 100 vagas foram preenchidas! Neste mesmo ano, realizou-se também o IV ERFC (Anexo VII) e a atividade "Cientista Forense" em parceria com o Projovem Adolescente do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), para jovens em situação de risco (Anexo VIII). A repercussão das atividades de 2013 foram publicadas na Revista FAPESP (Anexo IX).* Em 2014, realizamos a II EPFC, o V ERFC e expandimos o PFC (Anexo X e XI), também foi publicado um Livro com resultados dos ERFCs (2010-2013) (Anexo XII); em 2015 sairá o 2º Volume (Anexo XIV). Em 2015, implementou-se o Cursinho Pré-Vestibular "Talentos do Futuro", em parceria com o Colégio Objetivo (Anexo XIII), para todos os alunos do 3º ano do PFC (orfanatos e escolas) e realizou a Maratona do Conhecimento e o Concurso de Contos (Anexo XVII).

Locais onde a Tecnologia Social já foi implementada
Cidade/UFBairroData da implementação
Votorantim / São PauloEscola Estadual Prof. Armando Rizzo02/2010
Sorocaba / São PauloEscola Estadual Dr. Júlio Prestes de Albuquerque02/2011
Sorocaba / São PauloEscola Estadual Prof. Joaquim Izidoro Marins02/2011
Cesário Lange / São PauloE.M.E.F Governador André Franco Montoro02/2012
Sorocaba / São PauloEscola Estadual Monteiro Lobato02/2012
Salto de Pirapora / São PauloEscola Estadual Professor Benedicto Rodrigues02/2012
Sorocaba / São PauloEscola Estadual Professor José Reginato02/2012
Sorocaba / São PauloEscola Estadual Senador Luiz Nogueira Martins02/2012
Sorocaba / São PauloEscola Estadual Francisco Camargo César02/2012
Sorocaba / São PauloOficina Céu Azul02/2012
Sorocaba / São PauloEscola Estadual Profª Julia Rios Athayde02/2012
Salto de Pirapora / São PauloEscola Estadual Jardim Primavera02/2013
Sorocaba / São PauloEscola Estadual João Clímaco de Camargo Pires02/2013
Salto de Pirapora / São PauloEscola Estadual Jardim Daniel David Haddad02/2013
Sorocaba / São PauloEscola Estadual Anna Cuevas Guimarães02/2013
Tatuí / São PauloETEC Sales Gomes02/2013
Iperó / São PauloE.M.E.F Dona Elisa Moreira dos Santos02/2014
Pilar do Sul / São PauloEscola Estadual Profª Maria Aparecida Rechineli Modanezi –02/2014
Anhembi / São PauloE.M.E.F Governador Mário Covas02/2014
Anhembi / São PauloE.M.E.F Profª Dalva Calhim Abud02/2014
Anhembi / São PauloE.M.E.F Profº Olinda Casemiro de Fátima Soares02/2014
Sorocaba / São PauloEscola Estadual Wanda Costa Daher02/2014
Iperó / São PauloE.M.E.F Roque Ayres de Oliveira02/2015
São Roque / São PauloE.M.E.F Maria Aparecida de Oliveira Ribeiro02/2015
Capão Bonito / São PauloE.M.E.F Oscar Kurtz Camargo02/2015
Salto de Pirapora / São PauloE.M.E.F José Marcello02/2015
São Miguel Arcanjo / São PauloEMEIF Joaquim Nunes Vieira02/2015
Público-alvo da tecnologia
Público alvo
Alunos do ensino básico
Alunos do ensino superior
Famílias de baixa renda
Recursos materiais necessários para implementação da tecnologia

Os recursos materiais para implementação do Programa Futuro Cientista em uma unidade da tecnologia é simples, barata e de fácil aplicabilidade. Para nuclear uma unidade do PFC na escola ou nos orfanatos é necessário uma sala de aula ou local reservado para a realização dos experimentos, reuniões e sessões de palestras e filmes. Os recursos materiais necessários para a realização dos experimentos dos clubes de ciências são encontrados na própria comunidade (escolas, orfanatos ou locais alternativos). O PFC instiga a utilização de materiais sustentáveis em suas construções ou pesquisas! Todas as outras atividades realizadas com os estudantes (Maratona do Conhecimento, Contos de Ficção Científica, Cientista por Um Dia, ERFC, EPFC e Cursinho Talentos do Futuro) são desenvolvidas pelo Programa e não requer a utilização de nenhum material especial por parte do aluno. A apresentação dos trabalhos, no final de cada ano, será realizada no ERFC e os custos de impressão dos banners são custeados pelo PFC! O Programa também fornece ao estudante todo o material e infraestrutura necessários para realizar pesquisa científica, como o "Manual do Cientista" (Anexo XV) e os contatos periódicos com os Nucleadores e Supervisores Educacionais em suas unidades. Os alunos-cientistas ganham do PFC camisetas estilizadas (veja fotos), carteirinha de identificação e um caderno de bordo (anotações) para ser registrado todos os experimentos dos clubes. Todos os resultados são publicados em um livro!

Valor estimado para a implementação da tecnologia

Dada a natureza peculiar do Programa Futuro Cientista, os custos para cada unidade (escola ou unidade de acolhimento) nucleada fica em torno de R$ 12.000,00/ano, já incluídos neste valor, os custos com recursos humanos (supervisores) e os materiais necessários para implementação da tecnologia social. Este valor é financiado pelas prefeituras e por empresas, quando for o caso.

Instituições parceiras na tecnologia
Instituição parceiraAtuação na tecnologia social
Colégio ObjetivoInfraestrutura para Implementação do Cursinho Talentos do Futuro
Universidade de Sorocaba3 bolsas integrais para alunos do Programa Futuro Cientista
Ministério da Educação (Edital Proext)Bolsas e Material de Consumo e Permanente
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (PIBIC Júnior)Bolsas de Iniciação Científica Júnior
Prefeitura de Anhembi - SPFinanciamento das atividades nas escolas de Anhembi
Prefeitura de Capão Bonito - SPFinanciamento das atividades nas escolas de Capão Bonito
Prefeitura de Cesário Lange - SPFinanciamento das atividades nas escolas de Cesário Lange
Prefeitura de Iperó - SPFinanciamento das atividades nas escolas de Iperó
Prefeitura de Pilar do Sul - SPFinanciamento das atividades nas escolas de Pilar do Sul
Prefeitura de Salto de Pirapora - SPFinanciamento das atividades nas escolas de Salto de Pirapora
Prefeitura de São Miguel Arcanjo - SPFinanciamento das atividades nas escolas de São Miguel Arcanjo
Prefeitura de São Roque - SPFinanciamento das atividades nas escolas de São Roque
Prefeitura de Sorocaba - SPApoio as atividades nas escolas estaduais de Sorocaba
Prefeitura de Votorantim - SPApoio as atividades nas escolas de Votorantim
Associação BethelInfraestrutura e apoio para realização das atividades do PFC em suas unidades
Oficina Céu AzulInfraestrutura e apoio para realização das atividades do PFC em sua unidade
GerdauFinanciamento e apoio ao Encontro Regional de Futuros Cientistas
Grupo de Pesquisa em NanoneurobiofísicaRealização de Palestras, Cursos e Mini-Cursos
Anexos da tecnologia
LegendaArquivo/Download
Jornal Cruzeiro do Sul - PIBIC-EM (2010)Baixar
Jornal Cruzeiro do Sul - Programa quer descobrir futuros cientistas (2011)Baixar
Jornal Ipanema - II ERFC (2011)Baixar
Jornal Bom Dia - Cidade da Ciência - II ERFC (2012)Baixar
Jornal Cruzeiro do Sul - III ERFC (2012)Baixar
Jornal Cruzeiro do Sul - I EPFC (2013)Baixar
Diário de Sorocaba - IV ERFC (2013)Baixar
Jornal Cruzeiro do Sul - Cientista Forense (2013)Baixar
Revista FAPESP - A Emocao da Estreia (2013)Baixar
Jornal Cruzeiro do Sul - II EPFC (2014)Baixar
Jornal Cruzeiro do Sul - ‘Futuro Cientista’ tera 100 crianças da região (2014)Baixar
Livro ERFC (2014)Baixar
Cursinho Talentos do Futuro (2015)Baixar
TV TEM - Futuro Cientista (2011)download
UNIVESP - Entrevista Futuro Cientista (2012)download
TV COM - Escola Preparatória para Futuros Cientistas (2013)download
Livro ERFC 2014 (no prelo)Baixar
Chamada para Concurso de Contos e Maratona do Conhecimento (2015)Baixar
Plano de Vida (2015)Baixar
Semanas Científicas (2015)Baixar
Folder EPFC(2013-2014)Baixar
O início do PFC (a oportunidade) (1991)Baixar
Endereços eletrônicos associados à tecnologiaDepoimento Livre

Certo dia, recebemos um bilhete de uma jovem aluna do 6º ano do ensino básico de uma escola pública da periferia, com a seguinte mensagem: "desde o dia em que o PFC apareceu em minha vida eu voltei a sonhar!" Esta frase demonstra perfeitamente o principal papel do PFC - transformar, dar oportunidade, resgatar sonhos! Se não houver estrutura familiar, nem incentivo, a tarefa de tornar-se cientista é mais difícil ainda e o sonho de chegar à Universidade fica muito distante. A matéria publicada no Jornal Estadão de 1991 (Anexo XX) mostra 5 jovens- adolescentes em busca de seus sonhos, em uma pequena cidade do litoral paulista – eles queriam ser cientistas, mas somente um conseguiu chegar à Universidade. Quantos iguais a estes não ficaram pelo caminho? Está claro que a ciência pode salvar!