Ensino Médio com Intermediação Tecnológica: Inovação na Educação Básica da Bahia

finalista 2013

Instituição
SECRETARIA DA EDUCAÇÃO-SEC
Endereço
Av. LUIZ VIANA FILHO, 6 AVENIDA S/N, CENTRO ADMINISTRATIVO DA BAHIA - CAB - CENTRO ADMINISTRATIVO - Salvador/BA
E-mail
leticia.machado@educacao.ba.gov.br
Telefone
(71) 3360-0452
Responsáveis pela tecnologia
NomeTelefoneE-mailRedes Sociais
Leticia Machado dos Santos(71) 9971-4236lmachado.ead@gmail.com
Resumo da Tecnologia

O Ensino Médio com Intermediação Tecnológica, se constitui em alternativa pedagógica para atender a três vertentes desafiadoras da educação baiana: a extensão territorial, a carência de docentes habilitados e a articulação do global com o local, oportunizando a jovens e adultos o direito à educação.*{ods3},{ods4},{ods10}*

Tema Principal

Educação

Problema Solucionado

Com a extensão territorial da Bahia, constituída por 417 municípios, o prosseguimento aos estudos após a conclusão do ensino fundamental era algo inacessível aos moradores de localidades distantes e de difícil acesso. É o caso da comunidade de Parateca, localizada a 899km de Salvador e a 85km de Malhada, cidade mais próxima. Esta realidade reflete os índices explicitados no Censo Escolar de 2004, no qual o número de educandos de Ensino Médio no Brasil que residem em localidades sem a existência de Escolas para o Ensino Médio e que são transportados para as escolas urbanas chega a 831.173. Na Bahia, esse número atinge um total de 125.125 pessoas, transportadas, na maioria das vezes,em veículos sem as condições adequadas de segurança e conforto. Vale destacar que o risco à vida das pessoas e as dificuldades de frequência associada às condições de acesso, são incomensuráveis. Neste sentido, atender aos estudantes no campo, num Estado que tem a maior população rural do país, vem se tornando possível por meio da alternativa pedagógica Ensino Médio com Intermediação Tecnológica a qual tem sido eficaz no enfrentamento ao desafio de viabilizar o acesso à educação a comunidades longínquas.

Objetivo Geral

Assegurar a jovens e adultos que moram em localidades longínquas, onde não há Escolas de Ensino Médio, o acesso, a permanência e a conclusão da educação básica, possibilitando-lhes dar continuidade aos estudos em outro nível de ensino, contribuindo para a melhoria socioambiental dos povos do campo.

Objetivo Específico

- Implementar uma política pública de oferta de ensino médio regular para populações instaladas em localidades de difícil acesso onde não há Unidades Escolares de Ensino Médio, tendo a intermediação tecnológica como metodologia. - Elaborar uma proposta político pedagógica específica para o programa que respeite os saberes e a multiculturalidade dos povos do campo da Bahia. - Estruturar e/ou adequar os espaços escolares existentes com os equipamentos necessários a viabilização da intermediação tecnológica, visando atender à demanda por ensino médio. - Promover formação inicial e continuada para professores videoconferencistas, professores mediadores, e coordenadores, com base no desenho teórico-metodológico do Programa. - Suprir de forma espontânea a carência de professores com qualificação específica nas diferentes áreas do conhecimento, em localidades distantes no estado da Bahia. -Capacitar os povos do campo de localidades longínquas para a melhoria da condição sociambiental.

Solução Adotada

A solução tecnológica viabilizada pelo uso de uma moderna plataforma de telecomunicações via satélite com o software IP.TV (Internet Protocol Television), que inclui recursos como videoconferência, permite a articulação de aspectos metodológicos, pedagógicos e tecnológicos que faculta a inserção dos assistidos por essa estratégia na dinâmica mundial. Para tanto, as salas associadas ao programa são equipadas com Antena VSAT bidirecional, roteador-receptor de satélite, cabeamento estruturado (LAN), microcomputador, webcam com microfone embutido, TV LCD 37 polegadas, impressora a laser, no-break e acesso à Internet em banda larga via satélite. Outro recurso tecnológico usado no programa é a Plataforma Moodle, que constitui o ambiente virtual de ensino, de fácil manuseio, destinado a oferecer suporte teórico e metodológico aos professores especialistas e mediadores do Programa, bem como socializar as produções educativas dos estudantes. Sua estrutura é composta de diretórios de acesso, nos quais são postadas as videoaulas, informações administrativas e pedagógicas, legislação educacional, material de ensino (vídeo, áudio, slides, textos, livros, revistas, jornais e outros de interesse geral) didático e formação de professores, além de produções discentes. Metodologicamente, o EMITec ocorre pela utilização de multimeios: os professores especialistas, presentes em uma sala/estúdio, localizada em Salvador, desenvolvem suas atividades pedagógicas no preparo e exibição das aulas ao vivo diariamente, além das orientações para os mediadores.Tal metodologia estimula a construção do conhecimento, mediante o trabalho investigativo, cooperativo e de integração de grupos, criando um ambiente propício e incentivador da criatividade e aprendizagem. Nesse processo, a (re)significação de conceitos e a consequente construção do conhecimento poderá ocorrer de forma interativa. Essa metodologia exigirá do professor uma prática docente compatível com o uso contínuo das TIC e o domínio do conteúdo específico.Os educandos, em salas de aula, localizadas em suas comunidades nos vários municípios baianos, são orientados por um professor mediador ou tutor. Assim, conectados com o estúdio, podem interagir com o professor especialista, posicionando-se diante da câmera nas respectivas salas de aula, com transmissão de imagem, voz e dados, resultando em um diálogo efetivo, que garante a completa comunicação em tempo real. Os conteúdos trabalhados no EMITec compreendem os componentes curriculares estabelecidos pelo Conselho Nacional de Educação para compor a base nacional comum para o ensino médio. Importante ressaltar que além do trabalho com conteúdos curriculares o EMITec também propõe atividades trans e interdisciplinares com vistas a incorporar temas da atualidade, que permeiam a cultura regional, bem como os transversais recomendados nos PCNs. Além disso, é incluído ao calendário gincanas e feira do conhecimento nas quais são desenvolvidas ações promotoras do exercício da cidadania, com participação de toda a comunidade escolar e do entorno, bem como é estimulada a criatividade e o conhecimento científico dos estudantes. Tais estratégias visam contribuir para a formação integral e integrada dos educandos e educandas, bem como ampliar o espaço para além dos muros da escola. Dentre os conteúdos digitais é propiciado um ambiente interativo, capaz de operar em chats, orientando a construção de blogs, fóruns, acesso a programas em rede e do tipo Wiki e Twiki, e-mails, além da possibilidade de rever aulas, permitindo a interação dos educandos entre si, entre os mediadores e especialistas, tanto para esclarecimentos de dúvidas como para organização de projetos e divulgação de atividades. Além disso, temos "Atividades Complementares" que atua como reforço e representa uma das disciplinas que compõem a matriz curricular do EMITec, sendo ofertada para as três séries do Ensino Médio. O objetivo é corrigir defasagens básicas em LPLB e Matemática.

Resultado Alcançado

O Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (EMITec) propõe uma práxis educativa contemporânea, com vistas à transformação social, de forma concreta na intervenção da realidade. É uma ação social de elevado custo tecnológico e importância, tendo como finalidade erradicar a falta de oportunidade de acesso ao ensino médio, uma vez que parte considerável da população baiana ainda não tem escola desse nível de ensino. O uso das Tecnologias da Informação e Comunicação, possibilitaram o acesso aos mecanismos que fazem com que o ensino/aprendizagem seja levado aos locais mais distantes. Assim, o número de atendidos pelo EMITec já se somam em 15.838 estudantes, lotados em 759 turmas, distribuídas em 137 municípios baianos. Essa forma de educar tem permitido suprir a necessidade de grande parte da população que reside em regiões distantes e têm dificuldade de acesso à educação convencional. Desse modo, a estratégia metodológica tem revelado condições de proporcionar maior desenvolvimento humano e, consequentemente, melhor qualidade de vida à população menos favorecida do interior do estado da Bahia, em virtude do desenho didático pedagógico adotado que inclui atividades escritas, lúdicas e de exercício cidadão que favorece a integração das múltiplas inteligências ao corpo de instrumentos avaliativos do EMITec. No fluxo dos resultados, já é possível observar os frutos da iniciativa na vida dos estudantes, ao identificar na localidade rural de Parateca - Malhada/BA, a estudante Luzimar Almeida Pessoa, concluinte da turma de 2011, que constitui a prova concreta da efetivação da metodologia Ensino Médio com Intermediação Tecnológica, ao ser aprovada no vestibular 2012 da Universidade Estadual da Bahia (UNEB). Os resultados também são explicitados por meio dos depoimentos e relatos de satisfação dos estudantes: “Acho que o ensino na escola avançou muito com essa tecnologia. Na sala de aula, a gente tem os computadores e os mediadores que ficam para tirar as nossas dúvidas. Isso ajuda a aprender. Tudo melhorou e ficou muito mais motivante.” - Romário Lima, 15 anos, estudante do 1º ano do Colégio Estadual Joaquim Inácio de Carvalho, em Irará-BA. Ainda no fluxo dos resultados, verifica-se o cumprimento dos objetivos dessa metodologia ao observar-se o cômputo de concluintes de 2012 que atinge o total de 9.024 alunos. Neste sentido, os resultados qualiquantitativos expressam o impacto positivo na vida das comunidades, propiciados pelo acesso a educação.

Locais onde a Tecnologia Social já foi implementada
Cidade/UFBairroData da implementação
Capela do Alto Alegre / Bahia03/2012
Ipecaetá / Bahia02/2011
Ipirá / Bahia03/2011
Irará / Bahia03/2011
Pintadas / Bahia04/2011
Conde / Bahia05/2011
Santo Estevão / Bahia03/2011
Esplanada / Bahia04/2011
Inhambupe / Bahia05/2011
Jandaíra / Bahia04/2011
Igrapiúna / Bahia04/2011
Nilo Peçanha / Bahia03/2011
Nova Ibiá / Bahia03/2011
Taperoá / Bahia03/2012
Teolândia / Bahia03/2012
Wenceslau Guimarães / Bahia04/2012
Ilhéus / Bahia03/2012
Una / Bahia03/2012
Aurelino Leal / Bahia03/2012
Buerarema / Bahia04/2012
Ibicaraí / Bahia04/2012
Itabuna / Bahia03/2011
Itapitanga / Bahia05/2011
Malhada / Bahia03/2010
Guaratinga / Bahia03/2010
Itamaraju / Bahia04/2010
Araci / Bahia03/2010
Valente / Bahia04/2010
Serrinha / Bahia03/2011
Campo Alegre de Lourdes / Bahia02/2011
Uauá / Bahia05/2011
Itanhém / Bahia02/2010
Itapebi / Bahia03/2010
Porto Seguro / Bahia04/2010
Alcobaça / Bahia03/2010
Medeiros Neto / Bahia03/2011
Nova Viçosa / Bahia03/2010
Jeremoabo / Bahia05/2011
Macururé / Bahia03/2010
Cícero Dantas / Bahia03/2010
Água Fria / Bahia04/2010
Araci / Bahia04/2010
Público-alvo da tecnologia
Público alvo
Adolescentes
Adulto
Alunos do ensino médio
Jovens
Quilombolas
Profissionais necessários para implementação da tecnologia
ProfissionalQuantidade
Operadores de câmera9
Diretor de TV9
Postos de Moderadores do Software de Videoconferência9
Postos de Moderadores do Software de Videoconferência9
Postos de Editores de Vídeo9
Postos de Operador de VT9
Postos de Produtor2
Postos de Assistentes de Produção2
Postos de Analistas de Suporte em TI Júnior2
Postos de Arquivistas2
Recursos materiais necessários para implementação da tecnologia

MATERIAIS PARA ESTÚDIOS Sistema de Câmeras Ptz Robotizada, com sistema de sinal HD; câmera de documentos fixa de teto para captura de imagens com resolução HD; câmera HDV, kit de baterias com carregador; câmera fotográfica digital, profissional, com resolução mínima de 14 MP (mega-pixels); mesa de som – 12 canais; tripé para filmadora profissional; microcomputador; monitor de áudio profissional; switch de vídeo com no mínimo 08 (oito) entradas de vídeo; teleprompter completo (com monitor e software de produção); tela interativa completa com monitor em LCD 17´; seletor (comutador) de áudio e vídeo com no mínimo 4 entradas; gravador de DVD de mesa com HD interno; deck de vídeo tape com no mínimo HDV; microfone cardióide de mão com fio; microfone de lapela sem fio; microfone de mão sem fio; kit iluminação fria; set light iluminador; set light com bandeira com lâmpadas 110v; notebook; HD externo (com 4,0TB de armazenagem; TV 42” LED; TV 37” LED; impressora laser colorida; placas firewire PCI; distribuidor fone; ilha de edição; headphone; mesa de áudio; aparelhos de DVD; aparelho de Blu-ray; gravador de Blu-ray; impressora colorida de CD/DVD/Blu-ray; lousa digital; nobreak; botoneira com som/luz; cadeira ergonômica; baterias e recarregadores para todos os equipamentos utilizados; cabeamento e conectores para interligação. MATERIAL PARA A UNIDADE ESCOLAR Computador; monitor; TV LCD; estabilizador ou nobreak; impressora; web cam; microfone direcional; cabos para conexão; antena parabólica, projetor.

Valor estimado para a implementação da tecnologia

O valor estimado é de R$2.591.500,00 (Dois milhões, quinhentos e noventa e hum mil e quinhentos reais).

Instituições parceiras na tecnologia
Instituição parceiraAtuação na tecnologia social
Secretarias Municipais de EducaçãoOfertar logística da estrutura física e de pessoal local para mediar as aulas nas comunidades
Impacto Ambiental

O impacto ambiental é revelado durante as atividades interdisciplinares com temas transversais onde os jovens e adultos das localidades longínquas, por meio da intermediação da informação, tem acesso ao conhecimento científico e a procedimentos que quando incorporados à dinâmica de convivência das comunidades, promovem melhorias no ambiente em que vivem e impactam diretamente na qualidade de vida dos povos do campo estimulando uma melhor convivência com e no semiárido.

Forma de Acompanhamento

O acompanhamento no EMITec ocorre por meio da Plataforma Moodle. Esta ferramenta propicia contato com os mediadores, retirando dúvidas e promovendo orientações e cursos a fim de melhor qualificar a equipe de colaboradores. Com ela é possível postar material de apoio, manuais, lista de exercícios, etc., além de promover interação direta do mediador, o qual atua como interlocutor dos estudantes com os docentes. Para a avaliação é utilizado o sistema AVALIE onde se verifica a qualidade da aprendizagem.

Anexos da tecnologia
LegendaArquivo/Download
Manual DigitalBaixar
Manual para impressãoBaixar
Manual norteador para confecção de aulas e atividades do EMITecBaixar
Orientação Pedagógica para elaboração da Atividade Dirigida EMItecBaixar
Orientação sobre Avaliações e Momento de Retomada de Conteúdos do EMITECBaixar
Orientações sobre o desenvolvimento da Feira do Conhecimento EMITecBaixar
Orientações para a realização da Atividade DomiciliarBaixar
Procedimentos Secretaria EMITecBaixar
Curso de capacitação para mediadores do EMITecBaixar
Orientações sobre o Sistema de Avaliação do EMITecBaixar
Imagem da solução adotadaBaixar
Depoimentos EMITecdownload
Endereços eletrônicos associados à tecnologia