Jogo Oasis - Ferramenta de mobilização cidadã

vencedora 2013

Instituição
Instituto Elos
Endereço
Rua Marechal Hermes 37 - Boqueirão - Santos/SP
E-mail
natasha@institutoelos.org
Telefone
(13) 3326-4472
Responsáveis pela tecnologia
NomeTelefoneE-mailRedes Sociais
Val Rocha(13) 8121-2500val@institutoelos.org
Resumo da Tecnologia

Metodologia que associa comunidades a governos ou agências internacionais para mapear talentos, recursos e sonhos locais e, a partir daí escolher, de forma participativa, um sonho coletivo a ser realizado em um curto espaço de tempo, originando experiências exitosas na educação, cultura e habitação.*{ods4},{ods8}*

Tema Principal

Educação

Tema Secundário

Renda

Problema Solucionado

Encurta a relação entre sociedade e governo permitindo a cooperação na construção do bem comum com os recursos disponíveis. A metodologia responde à busca de formato de fácil replicação, que gere experiência exitosa e estimule o planejamento de próximos passos para a materializar os sonhos coletivos, utilizando os aprendizados e a rede formada. O Jogo soluciona a falta de diálogo entre governo e comunidade em processos participativos com resultados concretos em curto prazo. No Oasis a comunidade exercita o seu poder transformador em espaços coletivos com práticas que facilitam a tomada de decisão em grupo. Assim, as pessoas antes sem autoestima conseguem contribuir com o seu melhor sem que tal diversidade se transforme em caos, mas se reflita em realização que pertence a todos e pela qual todos se sentem responsáveis. O Jogo favorece o senso do coletivo, fundamental à evolução comunitária e à revelação de aspirações nos eixos social, econômico e ambiental. Em 10 anos o Jogo revelou seu potencial como ferramenta de política pública favorecendo a cooperação entre diferentes atores, como no programa Elos no Canteiro + Cultura quando governo e comunidades trabalharam lado a lado.

Objetivo Geral

Estimular desenvolvimento comunitário através do protagonismo cidadão e habilitar comunidades na cooperação e empreendedorismo, ampliando sua capacidade de propor respostas criativas para resolução de problemas, e assim criar as bases para o sucesso de políticas públicas participativas.

Objetivo Específico

Estabelecer uma experiência exitosa onde a comunidade vê um sonho coletivo materializado utilizando seus próprios talentos e recursos; criar ambiente propício para o surgimento de novas lideranças comprometidas com os objetivos da comunidade; realizar uma transformação física em um espaço de uso coletivo; ampliar o leque de referências de técnicas e estratégias de sustentabilidade; fortalecer, ampliar e diversificar a rede de apoio da comunidade; estimular soluções locais para geração de emprego e renda; estimular a prática de estratégias para redução de impacto ambiental nas comunidades; promover a apropriação pela comunidade do equipamento público a ela oferecido; criar oportunidade para participação dos moradores no jogo assumindo papéis, conhecendo as regras e metas e se engajando nas ações; propiciar uma experiência participativa onde governo e sociedade civil cooperam e geram resultados concretos.

Solução Adotada

Um processo de mobilização social ligado ao programa Mais Cultura como estratégia para ampliar a apropriação dos equipamentos pela comunidade e estabelecer as bases de diálogo entre os interessados. Realizou-se uma série de visitas às comunidades para apresentação e discussão dos projetos previstos para cada local, movimento este que integrou comunidades, prefeituras municipais e Ministério da Cultura. Em 2010, foram realizadas 20 ações do Elos no canteiro Mais Cultura, com atuação em Santos e 15 capitais (Brasília, Campo Grande, Palmas, Manaus, Belém, Maceió, Salvador, Fortaleza, São Luís, Recife, Natal, Curitiba, Florianópolis, Rio de Janeiro e São Paulo) e envolveu mais de 2 mil pessoas. As ações aconteceram em 3 etapas: a) Expedição: primeira visita à área para reunião com parceiros e líderes comunitários e compreensão de cada contexto; b) Formação: primeira experiência prática de aplicação do Jogo Oasis antes que gestores públicos e representantes voltassem a sua comunidade para aplicá-lo. c) Mão na Massa: participantes da formação retornam ao seu local para aplicar a ferramenta aprendida. O Jogo acontece ao longo de 4 finais de semana envolvendo participantes e um facilitador. O processo se divide em quatro etapas alinhadas pelas sete disciplinas da Filosofia Elos de Transformação: - Etapa 1 - Aproximação com a comunidade: envolve visita ao local, conversas com lideranças afetivas e formais e apresentação da tecnologia social, com o desafio de formar um grupo de 5 a 30 pessoas e identificar o local onde o Jogo acontecerá; - Etapa 2 - Preparação: realização de encontros comunitários para mobilização. Nesta etapa, trabalha-se quatro disciplinas da Filosofia Elos: Olhar, Afeto, Sonho e Cuidado. No Olhar o grupo conhece a comunidade sob uma perspectiva de abundância focando na beleza e nos recursos existentes. Participantes caminham pela comunidade e conversam com moradores para redescobrir riquezas. No Afeto, através de conversas com diferentes moradores, desvendam seus talentos e histórias. Aqui se cria conexão entre participantes do Jogo e a comunidade. No Sonho, um mapa é criado com os sonhos coletados para identificar sonhos coletivos, capazes de mobilizar grande parte da comunidade. Finalmente, no Cuidado, cria-se a estratégia para realizar o sonho escolhido em dois dias, utilizando os talentos e recursos disponíveis, na forma de uma maquete que representa o primeiro estágio de materialização do sonho coletivo; - Etapa 3 - Ação: nesta etapa são trabalhadas duas disciplinas: Milagre e Celebração. Em dois dias de mão na massa, o grupo materializa o sonho coletivo, finalizando com grande celebração e reconhecimento do feito cooperativo. A etapa Mão na Massa não só materializa uma transformação coletiva, mas promove transformação no ambiente econômico, social e ambiental por meio de oficinas de moda, gastronomia, artesanato e turismo de base comunitária; - Etapa 4 - Avaliação e futuro: após a ação acontece reunião da equipe mobilizadora com a comunidade para avaliar os resultados alcançados, conversar sobre futuro e desenvolver a disciplina Re-evolução e recomeçar o Jogo Oásis, estabelecendo, no mínimo, um desafio para os próximos três meses. Para isso, os jogadores assumirão papéis importantes no decorrer do processo simbolizados por personagens do Jogo. Os papéis e responsabilidades do facilitador e demais personagens estão no manual do Jogo que contém instruções e desafios para cada fase. A dinâmica do Jogo implica envolver cada vez mais pessoas: moradores das comunidades, instituições apoiadoras, e outros agentes, além da rede composta por grupos em todo o mundo que já jogaram o Oásis. Ao facilitador cabe conduzir o processo e orientar os participantes sobre princípios e metodologia do Jogo. A contribuição dos demais personagens é fundamental para a realização plena e integral do objetivo pedagógico e social do Jogo.

Resultado Alcançado

Uma política pública bem delineada tem um efeito transformador perene, que permite aos beneficiários uma melhoria de vida duradoura. A aplicação do Oasis como política pública permite que os benefícios não se limitem aos resultados físicos mas se materializem também nas pessoas e no imaginário da comunidade. Ao todo, foram 20 ações realizadas durante o programa; as comunidades trabalharam juntas em praças, murais, jardins, faixas de pedestre, reformas de quadras, teatros e pontes, entre outros, mas, mais do que isso, perceberam seu potencial de realização. Muitas pessoas continuam trabalhando juntas até hoje, como é o caso das moradoras do Sítio do Berardo, em Recife. Em maio, durante a Formação, algumas mulheres que trabalhavam sozinhas em suas casas criaram um grupo produtor, chamado Du Berardo, para começar a produzir de forma cooperativa. Onze meses depois, elas continuavam trabalhando juntas, contavam com um blog e levaram o seu trabalho até uma das maiores feiras do Brasil, a Feneart. São esses processos que aconteceram após a aplicação do jogo que denotam esse caráter duradouro da melhoria experimentada por essas comunidades. Outro exemplo é a comunidade Vale Dourado, de Natal, que durante o Milagre revitalizou o terreno previsto para a implantação do Espaço Mais Cultura, dentre outros sonhos e que a seguir demonstrou surpreendente união e esforço comunitário ao recuperar de forma pacífica um galpão abandonado que servia para ponto de venda e consumo de drogas. O espaço antes tomado pelo crime se transformou no Galpão Cultural do Vale Dourado. No Ceará a jovem Amanda Oliveira dos Santos, moradora do Conjunto Ceará decidiu que a metodologia aplicada a sua comunidade deveria estar disponível para outras e começou seu papel de disseminadora aplicando a metodologia para a recuperação do espaço pertencente à organização não governamental Ashoka, o espaço passou a ser utilizado por jovens para discutir projetos e fazer reuniões de trabalho. Já em Brasília, na comunidade do Varjão a autoconfiança adquirida permitiu o resgate de um sonho que estava engavetado a tempos: a revitalização da Central de Costura e Artesanato, uma associação que reúne artesãs e costureiras locais. Essas realizações se juntam às de uma rede composta por mais de 200 comunidades, onde aconteceram Oasis, em todo o mundo, envolvendo mais de 20 mil pessoas desde 2003. O Instituto Elos realizou 30 treinamentos, formando 700 multiplicadores como forma de garantir expansão com qualidade.

Locais onde a Tecnologia Social já foi implementada
Cidade/UFBairroData da implementação
Recife / PernambucoSitio Du Berardo05/2010
São Luís / MaranhãoLiberdade06/2010
Belém / ParáTapanã06/2010
Fortaleza / CearáAutran Nunes06/2010
Manaus / AmazonasConjunto Castanheiras06/2010
Fortaleza / CearáConjunto Ceará06/2010
Manaus / AmazonasJorge Teixeira06/2010
Belém / ParáIlha do Mosqueiro06/2010
Natal / Rio Grande do NorteVale Dourado06/2010
Natal / Rio Grande do NorteNossa Senhora da Apresentação06/2010
Brasília / Distrito FederalVarjão06/2010
Campo Grande / Mato Grosso do SulParque Linear Córrego do Segredo08/2010
Palmas / TocantinsQuadras 105 e 106 Sul08/2010
Florianópolis / Santa CatarinaMaciço Morro da Cruz11/2010
Santos / São PauloDique da Vila Gilda11/2010
São Paulo / São PauloJardim Nazaré11/2010
Recife / PernambucoPeixinhos06/2010
Maceió / AlagoasVale do Reginaldo06/2010
Curitiba / ParanáVila Nossa Sra da Cruz11/2010
Público-alvo da tecnologia
Público alvo
Adolescentes
Adulto
Alunos do ensino básico
Alunos do ensino médio
Alunos do ensino superior
Crianças
Desempregados
Empreendedores
Famílias de baixa renda
Gestores Públicos
Jovens
Lideranças Comunitárias
Mulheres
Organização não Governamental
Profissionais necessários para implementação da tecnologia
ProfissionalQuantidade
Facilitador Senior1
Facilitador Junior1
Coordenador de projeto1
Recursos materiais necessários para implementação da tecnologia

A seguir listamos os materiais e a infraestrutura que regularmente são requisitados: - Computadores com acesso à internet, impressora, datashow, caixas de som e telefone; - Espaço para reuniões comunitárias com cadeiras e mesas; - Materiais para facilitação dos encontros e de escritório: papel sulfite, canetas, canetas piloto, giz de cera e flipchart; - Materiais e equipamento de construção (tinta, madeira, cimento, ferramentas em geral, caçamba, plantas para jardim, grama etc.); - Materiais para artesanato (retalhos, garrafas pet, madeiras, etc.); Os participantes também são estimulados a envolver parceiros locais e poder público para captar produtos e serviços. Os materiais necessários para a atividade mão na massa (mutirão) dependem do projeto que a comunidade deseja executar. A forma que acontece a mobilização de recursos é um dos diferenciais da tecnologia e segue os princípios: - Busque a abundância; - Escute os corações; - Honre os talentos e desejos locais; -Faça o impossível acontecer juntando os materiais disponíveis: potencialize, integre, conecte; - Peça ajuda, acesse sua rede, coopere; - Sonhe grande e junto! Torne visível; - Acredite, vá até o fim, faça acontecer; - Seja espetacular; - Divirta-se e celebre. A proposta é que a comunidade se mobilize para buscar recursos no seu entorno, reaproveitamento e reciclando materiais, essa ação faz parte das tarefas do jogo. O uso de redes sociais para mobilização de pessoas e recursos também se revelou muito importante.

Valor estimado para a implementação da tecnologia

O Oasis pode ser realizado sem desembolso de recurso financeiro quando facilitado por membro da comunidade ou por disseminador voluntário. A aplicação da tecnologia como ferramenta de política pública requer ações complementares para alcançar os objetivos desejados, como treinamento e facilitação do processo, com custos a partir de R$ 20 mil e que podem variar a depender da complexidade.

Instituições parceiras na tecnologia
Instituição parceiraAtuação na tecnologia social
MINC - Ministério da CulturaFirmou parceria através de convênio para realizar ações do eixo de Mobilização Social e Gestão dos Espaços e Bibliotecas Mais Cultura
Prefeitura Municipal de São BernardoFirmou contrato com o Instituto Elos para aplicação do Jogo Oasis como ferramenta de política pública no pós-ocupação em conjunto habitacional
ONU HABITATUtilização do Jogo Oasis como ferramenta de política pública para desenvolvimento comunitário e empreendedorismo juvenil na Brasilândia
UNESCOAplicou a ferramenta como instrumento de política pública no Programa Conjunto Segurança com Cidadania em Lauro de Freitas, Contagem e Vitória
Prefeitura Municipal de ContagemParceira Institucional do Programa Conjunto Segurança com Cidadania em Contagem
UNDPParceiro Institucional do Programa Conjunto Segurança com Cidadania em Lauro de Freitas, Contagem e Vitória
UNICEFParceiro Institucional do Programa Conjunto Segurança com Cidadania em Lauro de Freitas, Contagem e Vitória
Organização Internacional do TrabalhoParceiro Institucional do Programa Conjunto Segurança com Cidadania em Lauro de Freitas, Contagem e Vitória
UNODC - Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e CrimeParceiro Institucional do Programa Conjunto Segurança com Cidadania em Lauro de Freitas, Contagem e Vitória
Ministério da JustiçaParceiro Institucional do Programa Conjunto Segurança com Cidadania em Lauro de Freitas, Contagem e Vitória
Impacto Ambiental

O Jogo propõe o desafio de realizar um sonho coletivo em curto espaço de tempo com recursos disponíveis. Essa proposta é determinante para transformar o jeito como comunidades se relacionam com os resíduos. Rapidamente, toda garrafa PET, sobra de madeira, pneu e outros materiais que se amontoam pela comunidade passam a ser vistos como banco, cadeira, gangorra, balancê: recurso. Essa mudança de paradigma agrega valor ao que antes era visto como lixo e gera impacto positivo direto sobre o ambiente

Forma de Acompanhamento

O acompanhamento se dá através de contato telefônico, por e-mail e pelas redes sociais. A estrutura desafia os jogadores a mobilizarem suas redes divulgando as suas ações e registrando-as através de vídeos e fotos pubicadas no Facebook. É comum que a cada novo Oasis seja criada uma página de fãs no Facebook. Monitoramos e agrupamos essas experiências através do CRM Salesforce e os relatórios gerados alimentam o mapa de Comunidades Oasis no site do Instituto Elos.

Forma de Transferência

A transferência se dá por formação ou vivência guiada pelo Instituto Elos. Os participantes do programa Guerreiros Sem Armas, Oasis Training e Elos Novos Líderes são estimulados a aplicar o Jogo. Além da formação eles contam com coaching a distância, quando necessário, com as brochuras da Filosofia Elos, material pedagógico registrado na Biblioteca Nacional e com os materiais do Jogo Oasis disponíveis para download: cartas, tabuleiro, manual etc. Cada replicação realizada por um multiplicador tem potencial de gerar novas replicações indiretas, já que membros das comunidades e terceiros que de alguma forma se envolveram na ação desejam viver mais uma vez a experiência. Estes multiplicadores indiretos contam com material introdutório disponível no site http://institutoelos.org/jogo-oasis.

Anexos da tecnologia
LegendaArquivo/Download
Mostra a estrutura e passo a passo da implementação da ferramenta, como juntar governo e sociedadeBaixar
Apresentação da ferramenta no contexto governamentalBaixar
Casos de sucesso - Oasis como ferramenta de política públicaBaixar
Endereços eletrônicos associados à tecnologiaDepoimento Livre

"O projeto mostrou que nós do poder público também podemos trabalhar em parceria, construindo projetos em conjunto com comunidades e iniciativa privada" - Marlene Trindade, bibliotecária da Fundação Cultural do Municipio de Belém/PA. "No Brasil, nós ainda temos uma cultura do individualismo. O Oasis estimula o senso do coletivo, o que é fundamental para a evolução destas comunidades" - Marcelo Rosenbaum designer e consultor do eixo Cultura e Economia do Elos no Canteiro Mais Cultura. "O projeto Elos no Canteiro Mais Cultura proporcionou a certeza de que, se trabalharmos juntos, com planejamento, participação e sensibilização das comunidades, é possível atingir qualquer objetivo em um curto espaço de tempo" - Maria Teresa Mediros, Assistente social da Sec. de Infraestrutura de Alagoas.