Cadeiras de papelão construindo o momento de brincar pra crianca com deficiencia

certificada 2017

Instituição
IPA Brasil - Associação Brasileira pelo Direito de Brincar e à Cultura
Endereço
Rua Itambé, n° 341, Casa 13, São Paulo, SP - Higienópolis - São Paulo/SP
E-mail
daniela.signorini.marcilio@gmail.com
Telefone
(11) 3255-4563
Responsáveis pela tecnologia
NomeTelefoneE-mailRedes Sociais
Dafne Herrero(11) 99570-8253dafneherrero@drabrincadeira.com
Resumo da Tecnologia

Utilizando cadeiras de papelão,com o apoio dos pés em uma superfície e uma postura de alinhamento do corpo, é observado que há um melhor posicionamento da coluna, da cabeça e do quadril da criança, o que facilita a função dos braços e o contato de olho com os pais e os brinquedos. A dificuldade de manter as mãos próximas do corpo para segurar o brinquedo pode diminuir o tempo de brincadeira e de interação com os pais.Após a adequação postural e orientações quanto aos brinquedos e brincadeiras para a faixa etária há um maior envolvimento da criança no processo de comunicação, participação nas atividades de escola, contato visual e interação, maior tempo de brincadeiras e momentos de diver*{ods3},{ods4},{ods10}*

Tema Principal

Saúde

Tema Secundário

Educação

Problema Solucionado

Por uma condição muscular ou intelectual alguns bebês e crianças não conseguem manter-se na postura sentado ou em pé para brincar. O que dificulta que desenvolva o aprimoramento da função manual, o desenvolvimento visual, a comunicação, a interação e ainda as habilidades cognitivas (atenção, memória e linguagem) exigidas no período escolar. Com o melhor posicionamento a oportunidade de coordenar mão, olhos e desenvolvimento cognitivo aumentam em qualidade e oportunidade. Mas para que este posicionamento ocorra os recursos precisam de um investimento muito alto o que os tornam pouco acessíveis a todas as camadas sociais. E assim se faz necessária a adaptação desses materiais com adequação de baixo custo (papelão, espaguete de piscina, cabo de vassoura e cola branca).

Objetivo Geral

Dar a oportunidade a criança para ter uma uma melhor postura perante a vida e seus ambientes de convivência.

Objetivo Específico

O projeto tem por objetivo oportunizar a participação do lactente e criança em situações de: 1- brincar (melhorando a postura, facilitando a função motora de exploração e performance, aumentando o tempo de interação com os cuidadores e o meio), 2- atividades de vida diária (com alinhamento corporal e aprimoramento da coordenação motora, facilitando sua comunicação para escolha de brinquedos, peças de roupa, alimentos, cor do lápis ao colorir...) 3- atividade em sala de aula em creches e escolas de ensino infantil (apoiando os pés, coluna e os braços para aumento do tempo de atenção e concentração, além da possibilidade de mostrar-se posturalmente adequado a idade, facilitando sua interação e o investimento de crianças e adultos ao considerar sua fala e suas escolhas) Com a entrega dos adequadores de papelão coloridos de forma personalizada pela escolha de cada criança sua aceitação para uso também se faz de forma mais eficiente e eficaz.

Descrição

O papelão é um tipo mais grosso e resistente de papel, geralmente utilizado na fabricação de caixas, podendo ser liso ou enrugado. O tipo mais comum de papelão é composto de três camadas. Tomando como exemplo uma caixa de papelão, teremos a camada mais externa, que tem função de proteção e revestimento. A camada intermediária, também conhecida como "enchimento", é a camada mais volumosa, geralmente composta de um papel grosso disposto de forma ondulada. Finalmente, temos a camada mais interna, com função de revestimento da mesma forma que a primeira camada, porém sendo de um material menos grosseiro. A sua manipulação para colagem (aumento de resistência), dobradura (para estrutura) e acabamento (pintura e impermeabilização) permitem que este seja um material potente e eficaz na construção de cadeiras para melhor posicionamento de bebes e crianças que possuam dificuldade de manter-se em sentado ou em pé sem apoio. Cabo de vassoura funciona como abdutor das pernas e antiderrapante para que a criança mantenha-se alinhada. O espaguete de piscina proporciona conforto em pequenas adequações no assento ou para apoio de pés e cabeça.

Resultado Alcançado

Situações práticas ilustram o impacto da adequação postural na vida das crianças e seus familiares. Em publicação científica, após um mês de uso dos adequadores, foram reavaliados alguns critérios indicativos do desenvolvimento infantil e foi relatado por profissionais e cuidadores: melhor alinhamento biomecânico na posição estática, facilitação do posicionamento de cabeça e órgãos fono articulatórios para o desempenho adequado na postura e na função de fala e comunicação, maior tempo de manutenção de contato de olho durante interação, maior iniciativa de comunicação e vocalização, maior mobilidade de braços na participação das atividades lúdicas e maior repertório de brincadeiras. O melhor posicionamento permitiu que o lactente organizasse melhor seus movimentos para interagir com o brinquedo, organizar seu contato e campo visual, além de inibir (pela inclinação do assento) um possível padrão extensor que leva a desorganização do movimento e perda do foco de atenção. A maior participação do lactente e da criança com deficiência motora portanto aparece em situações do brincar, atividades de vida diária, construção do vínculo e atividades no ambiente escolar.

Locais onde a Tecnologia Social já foi implementada
Cidade/UFBairroData da implementação
São Paulo / São PauloAmbulatorio dos Prematuros da UNIFESP11/2015
Recife / PernambucoCREFITO 110/2016
Teresina / Piauí07/2009
Fortaleza / CearáHcor e Ministerio da Saude03/2017
São Paulo / São PauloSanta Casa10/2012
São Paulo / São PauloProjeto Fome de Ajudar03/2006
Público-alvo da tecnologia
Público alvo
Alunos do ensino básico
Alunos do ensino fundamental
Alunos do ensino superior
Crianças
Diretor de escola
Famílias de baixa renda
Gestores Públicos
Professores do ensino básico
Professores do ensino fundamental
Profissionais de Saúde
Recursos materiais necessários para implementação da tecnologia

O necessário para a confecção de 15 adequadores: - placas de papelão (sem vinco) de 1x1,50m (são usadas até 3 placas por adequador, portanto umas 45 placas) - 30 tubos de cola branca de 1L - 2 lata de látex de 3,6L - 30 pincéis número 3” ou um pouco maior - 20 rolos de fita adesiva branca grossa - 20 folhas de lixa - 15 pistolas de cola quente - 5 pacotes de refil para cola quente - 5 latas de tinta de parede de 3,6L - 15 réguas grandes (quanto maiores, mais fácil será de desenha o adequador) - 15 estiletes - 10 cabos de vassoura (para o freio das cadeiras, podem ser usados) - 10 espaguetes de piscina (para o freio das cadeiras) - 15 potes (tipo de sorvete) para colocarmos o látex - lápis e caneta (material individual) - colher de pau para fazermos os vincos (podem trazer de casa) - rolo de elástico grosso e velcro para confecção dos cintos - serrinha tico tico - furadeira

Valor estimado para a implementação da tecnologia

O valor estimado para recurso material na construção de 15 cadeiras e recurso humano totaliza R$ 4.000 reais.

Instituições parceiras na tecnologia
Instituição parceiraAtuação na tecnologia social
LARAMARA -
CREFITO 1 -
Ambulatorio dos Prematuros da UNIFESP -
Fernandez Papel -
Faculdade de Saude Publica da USP -
Anexos da tecnologia
LegendaArquivo/Download
RelatorioBaixar
Carta recomendacaoBaixar
Endereços eletrônicos associados à tecnologia