AGRICULTURA FAMILIAR EM FAIXA DE DUTOS

certificada 2013

Instituição
COOPERATIVA DE AGRICULTURA FAMILIAR DE PRODUTOS ORGANICOS - UNIVERDE
Endereço
ESTRADA FEDERAL S/N LOTE 62 - VILA DE CAVA - Nova Iguaçu/RJ
E-mail
alzeni.fausto@yahoo.com.br
Telefone
(21) 2286-4782
Responsáveis pela tecnologia
NomeTelefoneE-mailRedes Sociais
Generosa de Oliveira Silva(21) 2232-3984generosa07@gmail.com
Resumo da Tecnologia

O PAF-DUTOS O Projeto consiste em cultivar hortaliças nas faixas de dutos da Transpetro e fazer a gestão de uma Agroindústria que vem funcionando como um centro de aprendizagem permanente e de referência para baixada fluminense.*{ods2},{ods3},{ods13}*

Tema Principal

Alimentação

Tema Secundário

Meio ambiente

Problema Solucionado

O desenvolvimento da consciência da realidade sócio-ambiental (p.ex. a consciência do orgânico e o direito a saúde, higiene e lixo a posição na estrutura política participando dos conselhos escola bairro) o que permite a gente analisar a situação e propor ações de mudanças – FACULDADE CRITICA. O envolvimento dos membros na identificação dos problemas e de suas causas, na tomada de decisão e execução das ações que visão solução dos mesmos – PARTICIPAÇÃO. Estruturação interna do nosso grupo de modo à gente assuma efetivamente o controle e imprima a autonomia no processo das questões da vida comunitária- ORGANIZAÇÃO. Predisposição para cooperação no sentido de desenvolverem ações que visem à solução de problemas comuns – SOLIDARIEDADE.

Objetivo Geral

Transformar a cooperativa Univerde num instrumento de inclusão social e econômica capaz de gerar renda, cidadania e oportunidade de trabalho para nossos companheiros, através da produção de alimentos orgânicos..

Objetivo Específico

Geração de trabalho e renda para 24 famílias da Cooperativa Univerde, mantendo na organização da produção, comercialização interna e externa, cuidando do meio ambiente e conservando as faixas de dutos da Petrobras.

Solução Adotada

O PAF-DUTOS O Projeto Agricultura Familiar Agroecológica em Faixas de Dutos consiste em cultivar hortaliças nas faixas de dutos da Transpetro e fazer a gestão de uma Agroindústria que vem funcionando como um centro de aprendizagem permanente e de referência para baixada fluminense. Esta iniciativa será gerenciada pela cooperativa Univerde, seus cooperados e suas famílias das comunidades de Gerard Danom, Geneciano Luz e Figueira (que moram em torno da faixa), em Marambaia e Parque Estoril (comunidades vizinhas) no município de Nova Iguaçu e mais uma família do município de Japeri que tem sua pequena propriedade cortada pela faixa de dutos. Durante dois (2) anos com apoio da Transpetro as famílias pretendem cultivar 16 lotes na faixa e estabelecer parceria com outras 4 famílias do entorno, gerando trabalho e renda, atendendo diretamente a 19 famílias de agricultores e agricultoras. Hoje, as famílias envolvidas no projeto produzem hortaliças nas faixas de dutos que cortam as comunidades: Geneciano Luz, Gerad Danon, Figueira em Nova Iguaçu, Assentamento Terra Prometida e Normandia 2 (assentamento rural) Japeri cuidando do meio ambiente local e gerando renda através das feiras locais e intermunicipais. Com a continuidade do projeto PAF Dutos pretendemos estruturar física e socialmente a cooperativa para garantir o contrato da chamada publica do PNAE assinado em março 2012, que irá fornecer para a rede escolar do município de Nova Iguaçu. Nossas expectativas com a continuidade do Projeto “Agricultura Familiar Agroecológica em Faixas de Dutos” são prosseguir com o processo de inclusão social e garantir a sustentabilidade ambiental, econômica e social, através das seguintes ações: a) Produção Agrícola de 19 famílias envolvendo 24 pessoas diretamente como sócias da efetivas da cooperativa e 4 jovens filhos dos agricultores(as) somando 28 pessoas envolvidas. Sejam, 16 módulos na faixa e mais 04 famílias sitiantes do entorno trabalhando com produção Agroecologia comunitárias; b) Agregar valor à produção agrícola, através de tecnologias agroecológicas de cultivo com a inserção das famílias em cadeias produtivas qualificadas; c) Garantir Sustentabilidade Social ao projeto, com o uso de metodologias e planejamento participativo/contínuo, mantendo uma cultura de avaliação permanente; d) manter um espaço da agroindústria como um centro de aprendizagem contínua voltada as famílias das comunidades envolvidas; e) Garantir renda e sustentabilidade econômica para todas as famílias inseridas.

Resultado Alcançado

Através do uso da faixa de Oleodutos da Transpetro, nos municípios de Nova Iguaçu e Duque de Caxias, foi implantada a Unidade de Produção Agrícola e cinco módulos de produção de hortas comunitárias. As unidades de produção contaram com a construção de uma Agroindústria, equipamentos e equipe técnica para a qualificação dos produtores, beneficiamento, certificação, distribuição e comercialização da produção agroecológica. No final de um ano de investimento, nasceu a cooperativa UNIVERDE, com a responsabilidade de dar continuidade ao mesmo e estabelecer uma relação direta com a Transperto/Petrobras. um ano de implantação o projeto com a parceria do Instituto Terra foi encerrado, muitas famílias abandonaram a ideia, mas um número reduzido de agricultoras e agricultores continuou trabalhando apenas com o apoio de alguns voluntários Apesar de todas as dificuldades, os agricultores que foram beneficiados com o projeto, buscam aprimorar suas potencialidades, contribuindo para constituição da cooperativa UNIVERDE, que vem se empoderando cada vez mais, seguindo o modelo de organização constituído pelo Instituto Terra. As famílias beneficiadas pelo projeto no geral tinham pouca experiência em agricultura, mas aos poucos foram se enculturando e aprendendo uma nova experiência como forma de sobrevivência. Um destaque importante na Univerde é o protagonismo das mulheres que somam 17 dos 24 sócios atuantes. Muitas dessas mulheres são chefes de família e garantem o sustento e a alimentação diários do grupo familiar com os produtos da horta. São elas que organizam a direção da cooperativa, são responsáveis pelas feiras e a representação política. Este protagonismo não tem inibido a participação dos homens. Muito pelo contrário, tem ajudado na educação e respeito na divisão da organização do trabalho.

Locais onde a Tecnologia Social já foi implementada
Cidade/UFBairroData da implementação
Nhunguaçu / Rio de JaneiroGeneciano Luz, Figueira e Gerard Danon12/2005
Público-alvo da tecnologia
Público alvo
Adulto
Agricultores
Desempregados
Jovens
Outro (Especificar no campo Solução Adotada)
Profissionais necessários para implementação da tecnologia
ProfissionalQuantidade
Agrênomo, Tecnico agricola e social3
Recursos materiais necessários para implementação da tecnologia

- É necessário a liberação da Transpetro para implantação das hortas com 1.000m2; - Desenvolver a metodologia de mobilização conforme manual em anexo; - Capacitação em agricultura agroecologia, Meio Ambiente e segurança no trabalho; - Construir junto com a comunidade um plano de negócios para garantir a comercialização; - Constituir conselhos externos e grupos de gestão internos; - Disponibilizar recursos financeiros para aquisição de insumo e equipamentos conforme manual em anexo.

Valor estimado para a implementação da tecnologia

6.000,00 de material fora a mão de obra, que dependendo da cultura local pode variar.

Instituições parceiras na tecnologia
Instituição parceiraAtuação na tecnologia social
INSTITUTO TERRA DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL - ITPAGESTÃO INICIAL DO PROJETO
ONDA VERDECONSELHO E FISCALIZAÇÃO DO PROJETO
PREFEITURA DE NOVA IGUAÇU - GOV. LINDBERGHCOMPRA DOS PRODUTOS PARA MERENDA ESCOLAR
Impacto Ambiental

O Projeto “Agricultura Familiar Agroecológica em Faixas de Dutos” tem sido um espaço de inclusão social e garantir a sustentabilidade ambiental, econômica e social das famílias direta e indiretamente envolvidas no projeto. O protagonismo principalmente das mulheres da Univerde, tem se tornado, uma referência para outras organizações que se interessaram para apoiá-los. Através da participação na AARJ - Articulação Estadual de Agroecologia do Rio de Janeiro.

Forma de Acompanhamento

O Projeto Agricultura Familiar em Faixa de Dutos- PAF Dutos se destaca pela realização de atividades com enfoque participativo e comunitário, servindo de referência a outros agricultores da região, como Jaceruba e Parque e Estoril, onde há famílias que procuraram a cooperativa e se filiaram. vem experimentando um processo de autogestão participativa, sempre numa perspectiva de educação crítica, buscando aproveitar os conhecimentos de cada cooperado através da troca de experiência.

Forma de Transferência

- Todo o processo de desenvolvimento da experiencia entra-se no site da Petrobras, teses de mestrados, monografia, folder e manual metodológico elaborado. - As hortas comunitárias servem de espaço de aprendizagem para vários grupos da região e até do exterior como por exemplo na Rio + 20.

Anexos da tecnologia
LegendaArquivo/Download
CPDABaixar
Endereços eletrônicos associados à tecnologiaDepoimento Livre

Estamos trabalhando como estratégia a inserção no mercado institucional através dos programas PAA (Programa de Aquisição de Alimentos) e PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar). Para tal, a cooperativa Univerde vem através do apoio do projeto NUTRE RIO participando de todas as ações para atingir este mercado. Com a planilha a baixo acreditamos que será possível atingir a sustentabilidade. Pretendemos continuar investindo no mercado das feiras e iniciar uma nova experiência no mercado varejista com a entrega de cestas onde já iniciamos a entrega de 30 cestas por quinzena para UFF. Outro mercado com potencial será inicialmente 700 cestas para Transpetro Sede, Terminal de Campos Elíseos, Edise e outros mercados como: restaurantes, condomínios e outros pontos de entrega.