Centro de Compostagem - Fábrica de Solos

certificada 2019

Instituição
prefeitura municipal de picui
Endereço
Rua Antonio Firminno,348 - Monte Santo - Picuí/PB
E-mail
gab@picui.pb.gov.br
Telefone
(83) 3371-2380
Responsáveis pela tecnologia
NomeTelefoneE-mailRedes Sociais
José Ranieri Santos Ferreira(83) 9857-3036falecomranieriferreira@gmail.com
Resumo da Tecnologia

A Tecnologia Centro de Compostagem - Fábrica de Solos proporciona a intervenção no combate à desertificação que ocorre no semiárido brasileiro, através do processo de compostagem, que é uma forma de transformação dos resíduos orgânicos descartados pela população em fertilizante orgânico, proporcionando a redução de resíduos sólidos, garantindo a participação social e servindo como ferramenta para a educação ambiental através de aulas práticas e teóricas no município de Picuí.*{ods13},{ods4}*

Tema Principal

Meio ambiente

Tema Secundário

Educação

Problema Solucionado

O Estado da Paraíba é o mais afetado pelo processo de degradação dos solos que levam à desertificação. Essa problemática ocorre, principalmente, em função de fatores antrópicos, como a derrubada da vegetação nativa, queimadas, agricultura convencional e retirada de solos para indústria cerâmica da região e a mineração. Paralelamente, o modelo de consumo provoca o aumento dos resíduos no ambiente, desafiando o poder público municipal a adotar políticas públicas mais sustentáveis. No município de Picuí são produzidas cerca de trezentas e sessenta toneladas de resíduos por mês. Dessa quantidade, quarenta por cento é de resíduo orgânico, principalmente coco verde e galhos provenientes de podas. Diante dessa problemática a prefeitura municipal estruturou, em parceria com o IFPB, o Centro de Compostagem - Fábrica de Solos, o qual recebe e tritura os resíduos coletados separadamente pelo serviço municipal de coleta. Em seguida transforma esses resíduos em composto orgânico para desenvolver ações voltadas para a recuperação de áreas degradadas no município. Cabe aqui salientar que o município de Picuí está localizado no Núcleo de Desertificação do Seridó.

Objetivo Geral

A Tecnologia Social Centro de Compostagem - Fábrica de Solos visa proporcionar a intervenção no combate à desertificação que ocorre no município de Picuí-PB.

Objetivo Específico

A Tecnologia Social Centro de Compostagem - Fábrica de Solo tem como objetivos específicos: 1. Coletar e transformar os resíduos orgânicos da cidade em composto orgânico; 2. Assegurar parceria institucional entre prefeitura e o IFPB em ações de pesquisa e projetos de sustentabilidade socioprodutiva com ênfase na agroecologia; 3. Recuperar áreas degradadas no município utilizando o composto orgânico; 4. Diminuir os impactos ambientais da deposição dos resíduos sólidos no aterro controlado municipal; 5. Melhorar a qualidade dos solos agricultáveis por meio da adubação orgânica oriunda do Centro de Compostagem-Fábrica de Solos; 6. Garantir a capacidade e replicação como política pública;

Descrição

Através da coleta seletiva das podas das árvores e dos cocos vendidos no município de Picuí, esses resíduos são transportados para o campus do IFPB localizado nesse município, onde são triturados e amontoados em quantidades pré-determinadas das podas e cocos, acrescidos de uma parte de esterco. Essas pilhas de resíduos são dispostas em forma de leiras e mantidas com a umidade de forma adequada, através da irrigação com água de boa qualidade para que o processo de decomposição se mantenha. Essa pilhas são revolvidas a cada 15 dias, durante aproximadamente 90 a 120 dias. Esse processo é conhecido como compostagem. O produto final desse processo é o composto orgânico, um excelente fertilizante natural, que é distribuído para agricultores do município e utilizado em aulas práticas para os alunos do curso de agroecologia do IFPB. Dessa forma, tem sido possível reduzir em 40 % a quantidade de lixo que vai para o aterro controlado do município, aumentando a vida útil do aterro, além de beneficiar os agricultores locais que recebem gratuitamente o composto orgânico que possui como características: alta capacidade de retenção de água, o que é altamente desejável em uma região que sofre com a seca; serve como fonte de nutrientes para as plantas cultivadas, melhorando a produtividade das culturas, ou recuperando solos degradados, evitando dessa forma o êxodo rural. Essa prática minimiza os efeitos da desertificação nos solos que recebem o composto orgânico.

Resultado Alcançado

1. Diminuição de 40% dos resíduos depositados no aterro controlado do município de Picuí; 2. Fortalecimento de parceria institucional entre prefeitura de Picuí, Instituto Federal da Paraíba – IFPB, Instituto Nacional do Semiárido – INSA, Centro de Educação e Organização Popular – CEOP e Associação para o Fortalecimento do Nordeste Carente – AFINK, proporcionando ensino, pesquisa e extensão contextualizada e participativa; 3. Produção de dez toneladas por mês de composto orgânico; 4. Intervenção prática no combate à desertificação, através da recuperação de áreas degradadas; 5. Promoção de mudanças no comportamento dos cidadãos do município de Picuí, a exemplo dos comerciantes, que descartam cocos verdes, colocando-os nos pontos de coleta, de forma a facilitar o recolhimento separado dos demais resíduos; 6. Participação dos agricultores nos processos de formação e utilização do composto na recuperação dos solos e na produção sustentável; 7. Utilização da tecnologia como ferramenta de educação ambiental para o IFPB, escolas municipais e comunidade em geral; 8. Disponibilização desse modelo de gestão sustentável de resíduos sólidos para os municípios circunvizinhos e do semiárido brasileiro.

Locais onde a Tecnologia Social já foi implementada
Cidade/UFBairroData da implementação
Picuí / ParaíbaCenecista04/2017
Público-alvo da tecnologia
Público alvo
Adolescentes
Agricultores
Agricultores Familiares
Alunos do ensino superior
Produtores rurais - Pequenos
Recursos materiais necessários para implementação da tecnologia

ESPECIFICAÇÃO DAS DESPESAS Materiais Quant. Valor Unit. Valor Total 1. Pá 5 35,00 175,00 2. Ancinho 5 30,00 150,00 3. Carro de mão 2 200,00 400,00 4. Máquina trituradeira de poda 1 35.000,00 35.000,00 5. Máquina trituradeira de coco 1 4.300,00 4.300,00 6. Peneira rotativa 1 8.000,00 8.000,00 7. Esterco (carrada)* 1 150,00 150,00 8. Lona 150 micras (Kg)* 25 14,72 368,00 9. Veículo aberto 1 40.000,00 40.000,00 10. Termômetro 1 152,00 152,00 11. Água (Litros) 10.000 200,00 200,00 12. Caixa d’água de 10.000 Litros 1 3.600,00 13. Sacos plásticos de 5 kg 1000 500,00 14. Enxada 3 30,00 90,00 15. Mangueira plástica preta flexível 2,5' 100 m 3,50 350,00 16. Realização de fórum 1 3.000,00 3.000,00

Valor estimado para a implementação da tecnologia

O valor estimado para a implementação da tecnologia social gira em torno de 80.000,00

Instituições parceiras na tecnologia
Instituição parceiraAtuação na tecnologia social
Instituto Federal da ParaíbaOrientação técnica de professores aos funcionários envolvidos no projeto, como também participação dos alunos no processo de cuidado com o meio ambiente.
Prefeitura Municipal de PicuíResponsável pela coleta das podas e cocos; compra de maquinários.
Anexos da tecnologia
LegendaArquivo/Download
Lei orgânica do município de Picuí-PBBaixar
Endereços eletrônicos associados à tecnologiaDepoimento Livre

‘’...vai segurar a umidade, a gente vai aguar aí vai durar mais o molhado. Vai ajudar bastante. E serve de adubo tombém, de estrumo, de cobertura. Porque isso aí tava sendo jogado fora e a agora a gente vai usar como cobertura...’’ Djalma-fruticultor. “Esse adubo vai ajudar bastante pra adubar a palma e deixar a terra mais forte melhorando desenvolvimento da palma, porque a palma adubada ela fica mais bunita”. Damião-produtor. "A fábrica de solo tem trazido para o município resultados positivos para o agricultor, especialmente agora com a chegada da chuva em nossa região , percebemos, grandes melhorias no solo". (Ranieri-Secretário de Agricultura ) "A Fabrica de Solo tem permitido aos alunos do IFPB uma oportunidade de novas experiências e conhecimentos" (Prof. do IFPB Montisquieu Vie