Territórios Colaborativos pela Educação

certificada 2019

Instituição
Instituto Chapada de Educação e Pesquisa - ICEP
Endereço
Rua Heliodoro de Paula Ribeiro, 544 - Tamboril - Salvador/BA
E-mail
institutochapada@institutochapada.org.br
Telefone
(71) 3052-0901
Responsáveis pela tecnologia
NomeTelefoneE-mailRedes Sociais
Elisabete Monteiro(71) 3052-0901elisabete@institutochapada.org.br
Resumo da Tecnologia

Promove a formação continuada de professores, gestores escolares e equipe técnica – Professores passam a apresentar mais qualidade na abordagem técnica e melhor domínio de conteúdos; – Método progressivo baseado nos contextos culturais de cada região; – Todos os entes da rede tornam-se partícipes do processo de educar. Metodologia eficaz e de resultados rápidos – Foco na ampliação da capacidade de aprendizagem dos alunos; – Desenvolvimento da autonomia dos estudantes na busca do conhecimento; – Crescimentos das notas nas avaliações nacionais; – Caso Salvador: em 18 meses subiu 10 posições no ranking das capitais.*{ods4}*

Tema Principal

Educação

Problema Solucionado

Baixa qualidade na aprendizagem de crianças e adolescentes nas escolas públicas e pouca formação de professores e gestores escolares nas redes de ensino para lidar com o problema.

Objetivo Geral

Melhorar a aprendizagem de alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental, a partir da formação continuada aliada à mobilização social em Territórios Colaborativos, da disseminação de conhecimentos e da participação no debate político da Educação.

Objetivo Específico

- Fomentar e apoiar a construção da política pública municipal de formação continuada, articulada com a gestão da aprendizagem dos estudantes e com o contexto profissional dos educadores; -Formar/qualificar a equipe técnica da secretaria municipal de educação para que possa assumir a responsabilidade pela gestão da aprendizagem dos estudantes da rede municipal e pela formação continuada dos coordenadores pedagógicos e diretores escolares; -Formar/qualificar coordenadores pedagógicos e diretores escolares para que possam assumir a responsabilidade pela gestão da aprendizagem e pela formação continuada dos professores no contexto escolar; -Contribuir para a formação de quadros profissionais locais que se responsabilizem pela gestão da formação continuada no contexto da rede municipal; -Mobilizar a comunidade escolar e do entorno, com vistas ao acompanhamento e engajamento da sociedade na agenda e pauta da educação; Fomentar a constituição do Território Cooperativo em prol da educa

Descrição

O Icep incetiva a formação de territórios colaborativos para concretizar a meta de uma educação de qualidade. Municípios de pequeno ou médio porte, que sozinhos não poderiam arcar com as despesas de um programa de formação continuada (tanto para os professores como para gestores escolares e equipe técnica da Secretaria de Educação), juntam-se em uma parceria colaborativa e dividem gastos com programas de formação que podem durar de dois a quatro anos. Além disso, há o trabalho de mobilização social, em que todo o programa de formação é concebido, colocado em prática, avaliado e monitorado pelos próprios educadores e pela comunidade. Corresponsabilização Social Nessa metodologia, é fundamental que a comunidade e os educadores legitimem todas as estratégias que se pretenda aplicar a fim de criar um ambiente educador em cada cidade. Outro ponto estrutural é o desenvolvimento de programas contínuos e participativos, já que, na educação, os contextos são dinâmicos e, por isso, demandam professores habilitados a acompanhar tanto o movimento de desenvolvimento das turmas com as quais trabalha quanto do mundo que os cerca. Formação A equipe ICEP atua na qualificação da Educação Básica há mais de 20 anos Promove a formação continuada de professores, gestores escolares e equipe técnica – Professores passam a apresentar mais qualidade na abordagem técnica e melhor domínio de conteúdos; – Método progressivo baseado nos contextos culturais de cada região; – Todos os entes da rede tornam-se partícipes do processo de educar. Metodologia eficaz e de resultados rápidos – Foco na ampliação da capacidade de aprendizagem dos alunos; – Desenvolvimento da autonomia dos estudantes na busca do conhecimento; – Crescimentos das notas nas avaliações nacionais; – Caso Salvador: em 18 meses subiu 10 posições no ranking das capitais. Mobilização O ICEP desenvolve estratégias de Mobilização Sócio-Política pela Educação Corresponsabilização social pelo desenvolvimento da educação – Articula os setores público, privado e a sociedade civil; – Participação dos estudantes na definição de metas e propostas. Inovação Social no campo da Educação – Amplia o aspecto político dos processos educacionais; – Apropriação pela sociedade das políticas educacionais; – Processo apartidário e permanente, independente da gestão. Criação de comissão própria com participação do poder público e da sociedade civil – Acompanhamento da execução das metas propostas pela sociedade; – Avaliação da gestão pública da Educação. Territórios Colaborativos A tecnologia ICEP se estrutura a partir da formação de Territórios Colaborativos A colaboração territorial estabelece um novo paradigma de desenvolvimento local e otimiza o processo educacional – Agrega as gestões municipais, sociedade civil e suas comunidades educadoras; – Consolida o processo educacional como parte de um contexto cultural; – Favorece a troca de experiências entre redes; – Colabora para disseminar boas práticas educacionais em outras regiões. A colaboração amortece os custos individuais de cada parceiro – Municípios de pequeno ou médio porte dividem gastos com os programas; – Favorece a atração de parceiros privados para colaborarem com a região.

Resultado Alcançado

Metodologia eficaz e de resultados rápidos; Crescimento da nota IDEB em todos os municípios parceiros; Repercussão positiva da imagem da gestão pública; Parceria com instituição de referência nacional em tecnologia educacional; Redução do Abandono Escolar; Criação de um ambiente educador no município com construção de sentidos e significados para o fazer pedagógico; Otimização dos recursos da educação; Corresponsabilização Social e Gestão descentralizada e compartilhada; Empoderamento dos estudantes na busca do conhecimento.

Locais onde a Tecnologia Social já foi implementada
Cidade/UFBairroData da implementação
Seabra / BahiaTamboril05/2006
Público-alvo da tecnologia
Público alvo
Adolescentes
Adulto
Afrodescendentes
Alunos do ensino básico
Alunos do ensino fundamental
Alunos do ensino médio
Analfabetos
Crianças
Diretor de escola
Famílias de baixa renda
Gestores Públicos
Jovens
Mulheres
Professores do ensino básico
Professores do ensino fundamental
Professores do Ensino Médio
Recursos materiais necessários para implementação da tecnologia

01 escritório com 06 computadores, duas impressoras, mobiliário, internet, telefone.

Valor estimado para a implementação da tecnologia

Esta tecnologia implementada em um território com cerca de 20 municípios participando gira em torno de R$1.200.000,00 ( um milhão e duzentos mil reais).

Instituições parceiras na tecnologia
Instituição parceiraAtuação na tecnologia social
Prefeituras dos municípios dos territórios atendidos, Empresas, Institutos e FundaçõesInstituto Arapyau, Instituto Natura, Bracell, Itau Social.
Anexos da tecnologia
LegendaArquivo/Download
APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ICEPBaixar
DEPOIMENTOS ICEPBaixar
SLIDE SHOW ICEP 20 ANOSBaixar
GUIA DE TECNOLOGIA ICEPBaixar
ÁLBUM BIO GRÁFICO 20 ANOSBaixar
CADERNO NOSSA REDEBaixar
GUIA DE MOBILIZAÇÃOBaixar
LIVRO COORDENADOR PEDAGÓGICOBaixar
LIVRO GESTÃO PEDAGÓGICA DA REDE DE ENSINOBaixar
LIVRO FORMAÇÃO E PRÁTICASBaixar
SOBRE O ICEP - LIVRE REGIME DE COLABORAÇÃO E ASSOCIATIVISMOBaixar
REFERENCIAL CURRICULARBaixar
VIA ESCOLA - ESTRATÉGIA PARA IMPLEMENTAÇÃO DE TECNOLOGIA EDUCACIONALBaixar
CADERNOS FTV - GESTÃO DE SALA DE AULABaixar
LINKS VÍDEOS ICEPBaixar
Endereços eletrônicos associados à tecnologiaDepoimento Livre

A experiência com o ICEP mudou completamente a forma como eu vejo a educação pública. O grande segredo do modelo do Instituto Chapada para mim é construir uma visão objetiva junto com a visão humanista. Quando você junta essas duas coisas, você tem um resultado que é ao mesmo tempo conseguir intervir e melhorar o processo educacional de forma pragmática, mas ao mesmo tempo compreendendo que isso deve ser feito com uma escuta muito sensível, com uma construção coletiva. É uma situação praticamente perfeita Guilherme Bellintani Secretário de Desenvolvimento e Urbanismo e Ex-Secretário de Educação de Salvador