Reciclagem Gera Créditos na Conta de Energia

certificada 2009

Instituição
Cooperativa de Coleta Seletiva, Processamento de Plástico e Proteção Ambiental (CAMAPET)
Endereço
Rua Francisco Xavier, 1 Uruguai - Baixa do Fiscal - Salvador/BA
E-mail
camapet@gmail.com
Telefone
(71) 3313-5542
Responsáveis pela tecnologia
NomeTelefoneE-mailRedes Sociais
Ana Christina Romano Mascarenhas(71) 3370-5054acmascarenhas@coelba.com.br
Resumo da Tecnologia

O cliente leva o resíduo até o posto, onde um agente da Coelba cadastra e registra o crédito na conta. A Camapet, empresa coletora, compra o resíduo e paga à Coelba. Dando continuidade ao processo, o cliente recebe o crédito na conta de energia elétrica.*{ods7}*

Tema Principal

Energia

Problema Solucionado

A destinação dos resíduos sólidos é uma questão de vital importância para a qualidade de vida das populações e sobrevivência do planeta, considerando que ocorrendo de forma desordenada, contribui para a degradação do meio ambiente. Em 2008, os resíduos sólidos encaminhados à reciclagem no estado da Bahia correspondiam a apenas 1% do lixo produzido. A ausência de coleta seletiva municipal em Salvador e Região Metropolitana, aliada ao desconhecimento das comunidades sobre os impactos ambientais do descarte inadequado, indicava a necessidade de orientação educativa nesse âmbito e fortalecia o entendimento de que havia uma possibilidade de buscar alternativas para o descarte de resíduos sólidos envolvendo a comunidade de forma a torná-la agente de mudança e, ao mesmo tempo, beneficiada de maneira direta e imediata com o resultado dessas ações. A Camapet, cooperativa que já realizava coleta de material reciclável na Península Itapagipe, buscando viabilizar uma metodologia que beneficiasse tanto a comunidade quanto o meio ambiente, encontrou na COELBA interesse em firmar uma parceria através do desenvolvimento de projeto de caráter socioambiental.

Objetivo Geral

Redução dos impactos ambientais gerados pelo descarte inadequado dos resíduos sólidos.

Objetivo Específico

Redução na inadimplência dos usuários dos serviços ofertados pela companhia de eletricidade do estado; Geração de trabalho e renda para os catadores de materiais recicláveis.

Solução Adotada

Considerando o processo de reciclagem que, além de preservar o meio ambiente, também gera emprego, oportunizando às comunidades contempladas com a tecnologia uma renda; aliado à parceria com a Coelba através do projeto Vale Luz, que visa à promoção de ações de desenvolvimento local com o objetivo de propiciar condições para uma melhor qualidade de vida para a sociedade, a solução adotada foi a seguinte: O cliente Coelba deposita materiais recicláveis nos postos de coleta do Vale Luz e ganha créditos para desconto na sua conta de energia elétrica. Nos postos são coletados latas de alumínio e aço, papéis, papelões, garrafas pet e plástico. A Coelba pesa e armazena todo material coletado nos postos do Vale Luz e repassa à Camapet, que será responsável pelo transporte, seleção, prensagem e repasse de todo material coletado ao destinatário final. A estrutura de funcionamento da tecnologia requer quatro etapas: compra de materiais, venda de materiais, transporte e pagamento. 1ª Etapa – Compra de Materiais -1º Passo: Cadastrar O Agente Coelba cadastra as famílias e entrega o cartão Vale Luz na residência das famílias cadastradas. -2º Passo: Separar O cliente Coelba separa os materiais recicláveis por tipo (lata de alumínio ou aço, PET, papel, papelão e outros) na sua casa. -3º Passo: Trocar O cliente Coelba vai ao posto de coleta com seu cartão Vale Luz e todo material que conseguiu separar em seu domicilio. O Agente Coelba pesa o material e emite um recibo com o valor total da coleta, que será creditado automaticamente na próxima conta de energia. -4º Passo: Desconto O cliente Coelba recebe a conta de energia e verifica se foi descontado o valor da venda dos resíduos sólidos. 2ª Etapa: Venda de Materiais -1º Passo: Fiscalizar pesagem A Camapet disponibiliza um cooperado para, juntamente com o Agente Coelba, realizar a pesagem do material coletado. 3ª Etapa – Transporte O transporte dos resíduos sólidos coletados é feito através da Camapet. A partir desse momento, todo resíduo sólido é direcionado para um galpão de beneficiamento da Camapet no qual o material é selecionado, limpo e compactado para venda aos destinatários finais. 4ª Etapa – Pagamento A Coelba emite para a Camapet boleto no valor correspondente à pesagem do material, para pagamento.

Resultado Alcançado

-Foram recolhidas aproximadamente 22 toneladas de resíduos sólidos que seriam destinados aos aterros sanitários; -Atendimento e distribuição de folhetos informativos sobre preservação ambiental a 273 famílias visitadas pelo Agente Coelba e beneficiadas com a tecnologia; -Aumento de 72% no índice de adimplência dos clientes contemplados, no 1º trimestre de 2009.

Locais onde a Tecnologia Social já foi implementada
Cidade/UFBairroData da implementação
Salvador / BahiaCosta Azul12/2007
Salvador / BahiaMapele07/2008
Salvador / BahiaPernambués12/2008
Público-alvo da tecnologia
Público alvo
Catadores de material reciclável
Quantidade: 0
Profissionais necessários para implementação da tecnologia
ProfissionalQuantidade
Agente Coelba - agente da comunidade com formação do ensino médio completo1
Cooperado da Camapet (Curso de reciclagem de resíduos, formado pela cooperativa Camapet)1
Agente Coelba - Agente da Comunidade com formação do ensino médio completo1
Recursos materiais necessários para implementação da tecnologia

- Balança de precisão, no mínimo de 50 kg - Gaiolas em aço para armazenar os resíduos - Máquina POS - Mesa - Cadeiras (para o atendente)

Valor estimado para a implementação da tecnologia

.